Slider

Vídeos

Colunas

Galeria

Favoritos

Eventos

Vai de FIFA ou PES ?



A recente notícia da ausência de Corinthians e Flamengo na próxima edição do FIFA 16, melhor Game de futebol em minha opinião, e dos amigos mais próximos que são fanáticos por jogar futebol nos melhores simuladores virtuais do maior esporte do mundo, acabou frustrando uma legião de fanáticos pelo jogo aqui no Brasa.

Sabemos que o motivo é grana, e que a proposta da canadense Electronic Arts (EA Sports) quem faz o jogo, foi menor do que a dos japoneses que produzem o Pro Evolution Soccer (PES) concorrente do FIFA, e por isso os clubes assinaram exclusividade com a japonesa.

O Fato é que a última versão que teve os times brasileiros foi o FIFA 14, no FIFA 15 todos os clubes brazucas que disputam a série A ficaram de fora, e terão retorno ao game na edição 16, com ausência dos clubes que possuem as maiores torcidas do Brasil.


Isso me fez lembrar quando tive meu 2º vídeo game, um Super Nintendo na época, e que comprei uma fita pirata chamada Ronaldinho Soccer 98, uma versão hackeada do original Super Star Soccer  mas que possuía alguns clubes brasileiros e mesmo com os nomes dos jogadores todos errados, sem nenhuma relação com os que atuavam na época, era bacana a possibilidade de  jogar com o clube do coração. Isso se estendeu para o Play Station e Play Station 2, onde as versões originais dos jogos não possuíam os clubes brasileiros, mas nós dávamos àquele velho jeitinho de incluir com versões pirateadas, e era febre comprar esses jogos, com edições que se aproximavam cada vez mais dos reais, com os uniformes, aspectos físicos e de habilidade dos jogadores cada vez mais aproximados dos parâmetros gringos; comentava-se até que nossos programadores que pirateavam eram melhores que os que faziam o jogo original.

Entendo a posição de Corinthians e Flamengo de não aceitarem a proposta da EA Sports a fim de valorizarem mais suas marcas, porém se todos os outros clubes da Série A concordaram em assinar com os dois Games por valores menores; acredito que o dinheiro que deixaram de ganhar é irrelevante para o que gastam esses dois times e certamente a quantia que desejavam receber não pagaria um único salário de um atleta reserva. Portanto a exposição mundial que deixaram de ganhar em aparecer no game mais jogado no mundo, além do descontentamento dos seus torcedores em não poder jogar com os clubes na próxima edição do jogo não paga essa marra das equipes.

Certamente foi uma bola fora dos clubes, e até vejo um ou outro torcedor manifestando-se que não comprará o jogo por causa da ausência do Timão ou do Mengão, mas a verdade é que na hora H não é bem assim, já vi esse filme ano passado. Eu sou um dos que irão comprar o FIFA 16 mesmo sem ter o Coringão; descontente claro ao ver os arquirivais no jogo, mas não comprarei o game concorrente de pior qualidade só pelo fato da equipe que sou fã compor o jogo. 

Quem sabe agora na versão 17 né Fifeiros. . . .

Corinthians x Vasco - Brasileirão - 22h - 29/07/15

A Rede Contínua transmite os lances desse jogo com Victor Rodriguez e Felipe Lessi.

Atlético MG x São Paulo - Brasileirão - 22h - 29/07/15

A Rede Contínua transmite com narração de Gabriel Dias, comentários de Júnior Soffner e reportagens de Guilherme Silva. 

Fluminense x Grêmio - Brasileirão - 18h30 - 01/08/15

A Rede Contínua transmite com narração de Gabriel Dias, comentários de Felipe Lessi e reportagens de Vinícius Alexis e Felipe Garraffa. 

Palmeiras x Atlético PR - Brasileirão - 11h - 02/08/15

A Rede Contínua transmite com narração de Gabriel Dias, comentários de Felipe Lessi e Ricardo Soares, reportagens de Gustavo Maciel e Guilherme Silva. Central de informações com Peter Müller.

Flamengo x Santos - Brasileirão - 16h - 02/08/15

A Rede Contínua transmite com narração de Mário Cardoso, comentários de Júnior Soffner e Bruno Stephan e reportagens de Vinícius Alexis. Central de informações com Peter Müller.

COLETIVA - São PAULO 1x0 CRUZEIRO