#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Apesar de tudo, futebol pega fogo na quarta


Paixão é algo realmente inexplicável, afinal como podemos gostar de algo que nos machuca e maltrata? A razão e a emoção, evidentemente, não tem como andar de mãos dadas. É evidente que, depois dos 7 a 1 e dos 3 a 0, que a Seleção Brasileira sofreu em casa, na última Copa, todos pensaram que o futebol brasileiro seria passado a limpo. Ledo engano, pois tudo continua igual, mas o público, mesmo maltratado com maus jogos, permanece prestigiando o futebol. 

Hoje à noite, por exemplo, o Corinthians vai à Argentina, com portões fechados e cadeiras vazias, pega o atual campeão sul-americano, o San Lorenzo pela Libertadores.  Que ironia, mas aposto que, se o time argentino não tivesse cumprindo punição, com toda certeza, o estádio Nuevo Gasômetro estaria completamente lotado.
Outro grande paulista, também joga fora de casa.  O Palmeiras vai a Vitória da Conquista, na Bahia, para enfrentar o time local pela Copa do Brasil. Notícias dão conta de que o gramado do estádio local é um pasto, e até os jogadores baianos reclamaram do campo de jogo. Mazelas de um futebol nacional que há nove meses, eram jogadas para debaixo do tapete, afinal a FIFA e o mundo tinham os olhos voltados às Arenas da Copa.  Doce ilusão para o torcedor, que apesar da beleza das novas arenas, viu o futebol nacional sucumbir no gramado.

Mas como diria Chico Buarque na canção "(...) apesar de você(s), amanhã há de ser, outro dia(...)",  o show não pode parar. Os campeonatos continuam, em meio à sujeira da cartolagem e à desorganização, já devidamente retiradas debaixo do tapete, afinal de contas, com o final da Copa do Mundo, os velhinhos da FIFA não estão mais aqui para reparar nesses detalhes. E a desorganização escancarada, realmente não passa de mero detalhe. Detalhe que explicaria os 7 a 1 na Copa, mas incapaz de abalar a paixão do torcedor brasileiro, fazendo com que o futebol nacional, pegue fogo a cada rodada.


«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply