#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » O BRASIL ESTÁ CHEIO DE PAPAGAIOS DE PIRATAS!

Sim, você não leu errado. São poucas as pessoas hoje, que independentemente de defenderem o impeachment ou a permanência de Dilma na presidência trazem argumentos capazes de fomentar uma discussão civilizada. 

Em meio ao "panelaço" os debates em torno de Dilma, do PT e da Petrobras se acirraram essa semana e em todo lugar que você vá, só se fala naquilo, só se fala na Dilma. E o que mais me assusta são as pessoas que sem informação de verdade reproduzem quase que diariamente discursos vazios e cheios de ódio saídos da boca de propagandistas, sejam eles de direita ou de esquerda.

- Ah, então você defende a Dilma? Óbvio que não, como vou escrever nessa postagem. Defendo que as pessoas estejam mais embasadas no que falam ou escrevem por aí, é um disse que me disseram, que eu ouvi, que você defende os ladrões e um blá blá blá sem nexo que parece vir de gente que só deixa a televisão ligada no Jornal Nacional.


É óbvio que Dilma tem culpa em algumas partes, mas não podemos deixar que nos levem a crer que ela é responsável por tudo, duvido muito que com Aécio no poder a coisa seria diferente. Se não houver apoio político a presidente não vai conseguir passar nem uma sanção pelos nobres deputados que realmente comandam esse país. Parece até que a presidente está sofrendo fogo amigo. 


A verdade é que o Brasil só vai melhorar quando entendermos que temos que cobrar de quem menos aparece e mais nos prejudica, temos que cobrar de quem está no Senado, na Câmara e na lista do Janot, cobrar de Eduardo Cunha e Renan Calheiros que somados chegam a mais de 50 anos de mandato. Temos que cobrar dos donos de empreiteiras que financiam campanhas, temos que cobrar dos verdadeiros donos do monopólio intelectual, aqueles que não aparecem, mas direcionam as pessoas a hostilizarem alguém que está no centro de tudo, hoje, quem está no centro de tudo é Dilma

Nós, o povo, independentemente de ser eu que sou contra o impeachment ou você que é a favor somos apenas mais um fantoche ou marionete destes que continuam ganhando às nossas costas.

O Brasil só vai melhorar quando nós, o povo, melhorarmos, quando paramos de reproduzir qualquer xingamento direcionado a uma pessoa isolada, aquele xingamento que nem sabemos por que falamos, só sabemos que ouvimos e gostamos de soltar um extenso "vacaaa". 

Nossos políticos só vão melhorar quando paramos de dizer e berrar aos quatro cantos: "nenhum político presta, todos roubam, é tudo farinha do mesmo saco", nossos políticos só vão melhorar quando nós na condição de seres humanos começarmos a pensar no próximo, quando pararmos para refletir e analisar que enquanto você sai na rua em busca de algo que ainda não decidiu, batendo com suas penelas vazias no meio da Avenida Paulista ou no alto do seu prédio em um bairro "chic", em outra ponta da cidade existem pessoas que tem panelas e não tem o que colocar dentro, algumas até as usaram para baterem, faz parte.

E assim como cantou Seu Jorge em Brasis: "Há um Brasil que é próspero/Outro não muda/Um Brasil que investe/Outro que suga/Um de sunga/Outro de gravata!". Aqui a coisa só vai mudar quando paramos de usar o patrimonialismo, quando pararmos de enganar o IR, quando pararmos de colocar o nepotismo sempre à frente de tudo, e enquanto não distinguirmos amizade de profissionalismo.


A roda gigante só vai parar de jogar contra quando passarmos a levar a sério uma das muitas frases do célebre filósofo Nietzsche: "Não há fatos eternos como não existem verdades absolutas", enquanto continuarmos acreditando em tudo, gol deles.


Faça sua manifestação domingo, cujo julgo justa, democrática. Não peça impeachment, peça mudanças, faça a mudança. Pense e exista, por que o que mais vejo por aí são aqueles que continuam contrariando a frase de René Descartes, ou seja, não pensam, mas existem.


Dilma e seu partido não podem ficar omissos como ficaram no Mensalão, é necessário escolher um lado, ame ou deixe-os. Ainda espero provas materiais sobre os desvios da Petrobras como escrevi na última semana, palavras para mim não bastam. Já para alguns nem precisou dizer nada, eles já estavam batendo panelas contra Dilma. Perder é normal. Admitir a derrota, apenas os vitoriosos conseguem, só admite a derrota alguém que já lutou por alguma coisa nessa vida.


Gabriel Dias é narrador e colunista. Escreve todos os sábados para o portal da Rede Contínua. *Especial para quarta-feira.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply