#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » Panorama Carioca: Consórcio Maracanã em xeque no Rio



O dia 22 de março de 2015 ficará marcado na história do Novo Maracanã. Coincidências a parte, além de comemorar o dia da mundial da água, uma forte chuva atingiu a Cidade Maravilhosa e afetou o estádio que consagrou a Alemanha como tetracampeã mundial.

É verdade, choveu muito. A frase já dita por inúmeras vezes por políticos, agora soa como justificativa para os que administram o Maracanã. Poeticamente pode-se dizer que piscina do parque Júlio Delamare transferiu-se do Complexo Maracanã para tomar área do gigante Estádio Mário Filho.

Ok, aceitamos aqui a ideia da torrencial chuva que afetou a drenagem do velho Maraca mesmo diante de tanto dinheiro aplicado com engenheiros, arquitetos, tecnologia e reavaliação orçamentária. Ingressos acima do preço popular, tarifário altíssimo para os clubes, filas enormes na entrada do estádio são alguns (!) dos problemas decorrentes do cotidiano dos que trabalham e torcem pelo futebol do Rio.

A foto acima (1) resume bem o momento do futebol deste Novo Maracanã: caro, vazio, bonito e não funcional. É neste breu que parte dos profissionais de imprensa trabalharam durante Fluminense 3 x 0 Cabofriense na última quinta-feira. A base do abajur do estádio, profissionais do rádio se dividem para enxergar o distante gramado do “maior do mundo”. O sistema de iluminação  não atingem as paredes que circundam o estádio. Apenas o anel central é beneficiado.

Água demais, luz de menos.


Fotos: Eduardo Moura
Vasco x Botafogo: clássico pela liderança

Com água ou sem luz, Vasco e Botafogo fazem seu último clássico antes da fase final do estadual. As duas equipes praticamente estão classificadas para a próxima fase e miram-se no Flamengo para conquistar o título da Taça Guanabara.

O rubro-negro bateu o Bonsucesso por 2 a 0 e assumiu a ponta. O time de René Simões precisa no duelo direto contra o Vasco de uma vitória por dois gols de diferença ou por um gol de diferença desde que vença por 3 a 2 para retomar a ponta.  Já o cruzmaltino precisa de uma vitória por 4 gols de diferença e ser líder amanhã.

Com menos desfalques, o alvinegro é ligeiramente favorito para o jogo. O tropeço do meio de semana no empate (1 a 1) com o Barra Mansa esquentou o clima entre a comissão técnica e o vice de futebol, Antonio Carlos Mantuano. O mandatário discursou pesado no vestiário após o jogo. O gerente Antonio Lopes administra o caso.

O Vasco terá que jogar mais do que vem jogando e superar as ausências do atacante Dagoberto e o zagueiro Luan para vencer o clássico. O atacante Gilberto vem se destacando e marcou nos quatro últimos jogos que disputou. Olho nele.


Saldo rubro-negro

O torcedor rubro-negro esperava uma vitória mais robusta, hoje à tarde, diante do Bonsucesso. Ciente de que o saldo de gols pode definir o campeonato, vencer por 2 a 0 foi pouco.

Paulo Victor defendeu pênalti no fim do jogo e evitou um saldo pior. O rubro-negro tem dificuldades em definir os jogos mesmo jogando bem e isso preocupa na fase final.

O departamento médico do time trabalha intensamente visando recuperar os jogadores que ditam o ritmo veloz do time, dentre eles em especial, o meio-campo Everton. Ele é visto como peça chave nos jogos decisivos.

Ricardo Drubscky

Não havia mais clima para Cristóvão Borges pelo menos há uns quatro meses no Fluminense. Principalmente na relação treinador-torcedor.

O técnico não resistiu a dois tropeços seguidos para times pequenos e foi demitido na última segunda-feira. Vítima da crise financeira, a diretoria fez leilão – Eduardo Baptista, do Sport entrou em negociação – mas, decidiu por um nome sem expressão no futebol: Ricardo Drubscky.

O novo investimento é bem abaixo da expectativa do torcedor. Drubscky é visto como uma grande interrogação, já que nunca fez um trabalho de ponta em clube nenhum e nesta temporada não conseguiu classificar o Vitória a fase final do fraco campeonato baiano.

Na vitória da última quinta-feira contra a Cabofriense por 3 a 0, o novo treinador preferiu dar continuidade ao trabalho anterior e, ao menos, o time teve mais disposição. Contra o Barra Mansa não será diferente. Drubscky terá uma semana até o Fla-Flu da Páscoa onde obrigatoriamente deverá mostrar seu potencial.


Presidente Artilheiro

Uma cena inusitada na tarde de hoje na segundona do Carioca. O Sampaio Correa venceu o Olaria por 2 a 1 com gol aos 40 minutos da etapa final do atacante-presidente, Rômulo.

Sim, isso mesmo, o artilheiro Rômulo Carvalho de Almeida comanda o clube de Saquarema e está inscrito no torneio de acesso do Rio.

No fim do jogo, ele brincou com a situação quando foi questionado se dava “pitacos” sobre o trabalho do treinador Vinícius Tatu, mas disse não ter privilégios. E ele tem razão, afinal atua como reserva e dentro do campo não gosta de ser chamado de “Presidente” ou “Seu Rômulo”.

Dizem no futebol que pênalti é tão importante que deve ser batido pelo presidente... Disso, o Sampaio Correa não pode reclamar.


PERGUNTA A CONFERIR

A polêmica semana sobre o Maracanã ainda nos remete a um questionamento não respondido: quanto custa o operacional do Maracanã da SUDERJ x Maracanã do Consórcio?!

Eduardo Moura é jornalista e escreve todos os sábados para a Rede Contínua. E-mails para coluna: edubmoura01@gmail.com


«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply