#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » Panorama Carioca: Grandes do Rio somam prejuízos no estadual. Fla e clássicos destoam

Arte: Eduardo Moura

Embora a Federação comprove com dados o aumento de público no campeonato carioca, os números dos borderôs das partidas no torneio não confirmam o sucesso quando o assunto é renda. Até a décima rodada no último fim de semana, os quatro grandes clubes do Rio aturam 19 vezes como mandantes nos duelos contra os pequenos e em 10 oportunidades a receita líquida fechou no vermelho.

O Botafogo é o maior prejudicado até aqui. Dos cinco jogos realizados sob seus domínios, três fecharam negativamente. A reabertura do Engenhão contra o Bonsucesso em 7 de fevereiro foi um ponto fora da curva. O clube faturou aproximadamente R$ 120 mil no duelo. No geral, prejuízo de quase R$ 19 mil entre custos com jogos e venda de ingressos só no Estadual-2015.

O alvinegro também carrega a marca de maior prejuízo no levantamento dos jogos dos grandes do Rio como mandantes. A partida contra o Tigres, 11 março no Engenhão, custou mais de R$ 90 mil em despesas ao Botafogo. Mesmo jogando no estádio de sua propriedade, o clube desembolsou R$ 60 mil em despesas operacionais e R$ 10 mil com iluminação. Além disso, conforme regulamento, a FERJ levou 10% dos quase R$ 47 mil arrecadados em bilheteria (foto 2). A federação leva sua fatia dos ingressos independente do saldo final do jogo.

É importante lembrar que nos borderôs não constam os patrocínios das placas de publicidade das patrocinadoras do torneio, o valor pago pela TV quando há transmissão do jogo específico em TV aberta ou fechada e as cotas de transmissão. Cifras a parte, o Flamengo lucrou em quase todos os jogos que disputou até aqui. O clube embolsou um pouco mais de R$ 176 mil. O rubro-negro só ficou no vermelho quando precisou cumprir perda de mando de campo quando enfrentou o Friburguense no Engenhão em 7 de março: prejuízo de quase R$ 24 mil.

Apesar do tarifário altíssimo, os clássicos ainda geram lucros razoáveis aos times grandes. Principalmente quando disputados no Maracanã. No clássico de 1º de março, Botafogo e Flamengo levaram juntos quase R$ 600 mil de receita. Amanhã, Flamengo e Vasco entram em campo e disputarão o famoso “Clássico dos Milhões” e se bater “R$ 1 milhãozinho” de lucro ninguém ficará aborrecido.

Imagem borderô: Site FERJ



FERJ e o público

A Federação do Rio insiste em comemorar o aumento de público no Campeonato Carioca. Conforme divulgou a coluna “Panorama Carioca” no último dia 7 de março, a instituição divulgou aumento superior a 85% de torcedores presentes aos jogos comparando os torneios 2014 e 2015.

Na última quinta (19), a FERJ voltou a comparar e somar o público presente dos anos mencionados e constatou aumento de 60% no total, conforme deduz o gráfico a seguir. Apesar do declive de 15% comparado aos números divulgados há quinze dias, a instituição considera que foi acertada a decisão do arbitral que definiu a diminuição o preço dos ingressos.


Imagem : Site FERJ

Casa cheia

Bem provável que o clássico entre Flamengo x Vasco, disputado amanhã pela 11ª rodada da Taça GB, 18h30min no Maracanã, seja a maior receita e lucro do campeonato.  Até ontem, o Consórcio Maracanã e os clubes envolvidos divulgaram que 35 mil ingressos foram vendidos. 53 mil lugares foram postos a venda.

Duelo imprevisível, já que os dois times chegam com igualdade para o confronto. Apesar de líder, engana-se quem pensa que o Vasco com 26 pontos jogue pelo empate. O Botafogo, segundo colocado com 25 pontos, pega a Cabofriense e torce por tropeço vascaíno. O alvinegro tem grandes chances de ser o beneficiado da noite mesmo sem pisar no “maior do mundo”.

O cruzmaltino é a defesa menos vazada, sofreu três gols. O sistema defensivo formado por Luan e Rodrigo é o ponto forte da equipe de Doriva. Já o Flamengo, segundo melhor ataque da competição, terá a missão de furar a retranca adversária e conta com o artilheiro da competição, Marcelo Cirino (oito gols). Luxemburgo deve repetir a equipe que bateu o Brasil de Pelotas na quarta-feira.

Promessa de show nas arquibancadas, no campo de jogo e de ser até aqui o melhor jogo do campeonato.


Michael

O atacante Michael do Fluminense foi julgado em última instância na última segunda (16) por ter sido pego no exame antidoping em 2013. A sentença final condenou o jogador a ficar de fora dos gramados até 31 de agosto deste ano.

O clube vem tentando todos os esforços em busca de garantir toda assistência ao jovem de 21 anos. A derradeira notícia fez o atacante sumir do mapa esta semana, o que preocupou amigos, familiares e toda cúpula tricolor.

De cabeça fria, Michael se reapresentou nesta sexta-feira e pediu afastamento por tempo indeterminado. A diretoria entende que a decisão do arbitral mexe demais com o lado profissional do atleta e acatou o pedido de maneira imediata e amigavelmente. 


Bruno x Flamengo

Durante a vitória do Flamengo por 2 a 0 contra o Brasil de Pelotas transmitido pelas TVs Globo e Bandeirantes, a Rede Record exibiu em concorrência entrevista exclusiva do ex-goleiro Bruno a Gugu Liberato.

Atrocidades à parte ditas pelo condenado, a TV Globo levou a melhor na audiência carioca. Vitória de 22 a 11 contra a Record. 


PERGUNTA A CONFERIR

O que mais falta a carreia de Luís Antonio?

Além das fracassadas tentativas de deixar o Flamengo pela justiça do trabalho, o jogador agora se complicou com a polícia que o acusa de estelionato.

Curioso é que o clube vai bancar toda assessoria jurídica... Os mesmos advogados enfrentados na vara trabalhista agora o defendem na criminal. Quer mais?!

Eduardo Moura é jornalista e escreve todos os sábados para a Rede Contínua. E-mails para coluna: edubmoura01@gmail.com

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply