#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Possível contratação de Bernard será um erro

Fred e Bernard na derrota para a Alemanha


O Corinthians está interessado em repatriar Bernard. Apesar de o diretor financeiro Emerson Piovesan desmentir o interesse, é evidente que há uma negociação.

O empresário de Bernard, Giuliano Bertolucci é parceiro de longa data de Andrés Sánchez e fará tudo que for possível para a vinda do jogador. Péssimo negócio para o Timão.

Jovem e moderno, rápido e insinuante, Bernard teve uma ascensão meteórica e levou o Atlético Mineiro a sua primeira conquista de Libertadores em 2013. Impressionado, Luís Felipe Scolari não teve dúvida e o convocou para a Copa das Confederações:

“Estou doidinho, vesgo para colocar o Bernard para jogar. Que alegria nas pernas tem o guri”. 

Bernard deu conta do recado e foi negociado para o Shakhtar Donetsk por 25 milhões de euros (quase R$ 77 milhões), tornando-se a transação mais cara da história do Atlético-MG. 

Em um ano e meio de Ucrânia tudo mudou. Bernard pouco fez e nem está preocupado em fazer. Sem comprometimento e visivelmente desmotivado, despertou a ira de seu técnico Mircea Lucescu:

“Bernard precisa muito de educação ao nível europeu. Tem que saber respeitar o clube, o contrato firmado e os outros jogadores, além da confiança”. 

E o técnico foi mais além: 

“Bernard tem que demonstrar em campo que é homem. Bernard só chora. Só veio tomar dinheiro. Sofro, mas creio que todos querem sofrer para ganhar 300 mil euros por mês". 

Na Copa do Mundo, Bernard substituiu Neymar no fatídico “7 a 1” e parecia uma criança perto dos alemães.

Com uma postura blasé, Bernard não passa confiança e seriedade. E pior, seus vencimentos mensais giram em torno de R$ 1 milhão.

Se dentro de campo, não há nenhuma garantia que o jogador dará certo, fora de campo é certo que não. 

Sem dinheiro, o Corinthians ainda deve direitos de imagens para cinco jogadores: Ralf, Elias, Renato Augusto, Danilo e Guerrero. 

Todos os dias empresários e parceiros batem na porta do clube e cobram as comissões que não foram pagas e ameaçam levar embora os seus jogadores se as pendências não forem quitadas.

Por conta desses problemas financeiros, o clube está tomando um empréstimo bancário de R$ 10 milhões. A bola de neve não para de aumentar.

Para piorar a situação, o contrato de vários jogadores está no fim e pelo bom momento do time, seria mais inteligente focar na renovação desses atletas do que contratar um jogador imaturo e pouco comprometido.

Antes do fim da Libertadores, Emerson Sheik e Guerrero estarão sem contrato e a saída desses durante a competição poderá trazer um prejuízo técnico ao clube. É preferível focar na busca de parceiros e patrocinadores, e renovar os vínculos desses jogadores, sobretudo Guerrero.

Após a magra vitória contra o São Bernardo, Tite declarou que ainda espera um substituto para Lodeiro. Ou seja, o treinador deseja um meia-armador, diferentemente de Bernard que é um meia-atacante que joga pelos lados do campo.

Nesse início de temporada, o Corinthians vem mostrando força e o time está arrumadinho. Possui padrão tático, ótima comissão técnica, bons jogadores e reposições à altura. Por hora, não há necessidades de mais contratações.

Honrar os compromissos firmados deveria ser a prioridade. Não existe ambiente saudável em um clube devedor. A não ser que o Corinthians queira honrar as palavras do Velho Vamp: “Eles fingem que pagam e eu finjo que jogo”.


Duca Reis é jornalista e radialista e escreve às segundas e quintas para o Portal da Rede Contínua.





«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply