#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Sem custos, Jadson renova com o Corinthians



Após mais de um mês depois de Jadson recusar uma proposta milionária do futebol Chinês e decidir continuar no Corinthinas, o meia acertou sua prorrogação de contrato por mais oito meses, estendendo-se até agosto de 2016. A diretoria do time corintiano afirma que não haverá custos com o acerto e, tampouco, aumento salarial.

Para não deixar o jogador nas mesmas situações dos atacantes Emerson Sheik e Paolo Guerreiro, que tem o fim dos seus acordos no meio da Copa Libertadores, o time alvinegro fez questão de estender o vínculo até o oitavo mês do ano que vem, quando o torneio continental já terá acabado.
"Não houve nenhum aumento, nem de salário, nem de imagens, nem de nada. A remuneração é exatamente igual. Até porque se trata de uma prorrogação e não de um novo contrato. Não pagamos nem um centavo de luvas para ninguém. Essa é a nova realidade do futebol. Se antes era assim, agora não tem mais como ser", afirmou Sérgio Janikian, diretor de futebol, em contato com a reportagem da ESPN Brasil.
O atleta recebe R$ 350 mil mensais. A informação da prorrogação foi publicada na manhã deste sábado pela coluna Painel FC, da Folha de São Paulo. 
Jadson tem como empresário Bruno Paiva, o mesmo de Paolo Guerreiro. Janikian garante que os assuntos não se misturam e diz que o novo acordo não foi promessa para segurar o meia da proposta da China.
"Não prometemos nada. Ele ficou porque ouviu o que a gente falou, aceitou nossos conselhos e se convenceu de que tinha de ficar. Foi a emoção que decidiu. Depois, a gente achou que seria uma boa conversar com ele pra pelo menos mais uma temporada e foi assim", disse o dirigente.
"Ele tem o mesmo empresário do Guerreiro, mas não tem nada a ver uma coisa com a outra. Como o presidente já falou várias vezes, como a renovação do Paolo envolve dinheiro, só vamos tratar disso quando tivermos quitados todas as dívidas com o elenco", completou.
A partir de maio, pelas regras da Fifa, os contratos que têm direitos econômicos fatiados com terceiros não poderão sofrer alterações, como renovações ou prorrogações. Jadson tem apenas 30% de seus direitos com o Corinthians.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply