#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » A dor do bolso

Renato Augusto, Ralf e Elias têm valores pendentes a receber.
(Foto: Gazeta Press)
Já diziam os materialistas que o órgão mais sensível do corpo humano é o "bolso". Afinal, quando se tem dinheiro, todos os outras demais soluções para a resolução de problemas têm perspectivas.  E, se não bastasse a instabilidade nos aspectos futebolísticos, principalmente depois das derrotas; para o São Paulo na última semana pela Libertadores, e também diante do Palmeiras pela semifinal do Campeonato Paulista. É esse o aspecto que mais aflige o Corinthians na metade do primeiro semestre, ou seja, os aspectos financeiros.
Afinal, o time tem elenco, e mesmo diante das desclassificações vem apresentando um padrão de jogo, e tem relativamente jogado bem.  E o torcedor também conta com a confiança do técnico Tite, que já foi campeão paulista, brasileiro, sul-americano e mundial defendendo o Corinthians.
Mas, como eu já citei anteriormente, a principal preocupação do torcedor corinthiano se refere aos aspectos financeiros.  Afinal, não é segredo para ninguém que boa parte das receitas dos clube vão diretamente para os cofres do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Uma surpresa que serviu inclusive para queimar a língua deste colunista que vos escreve.
E como diz o ditado popular, desgraça pouca é besteira. Isso porque o clube ainda deve valores referentes ao direito de imagem dos atletas, além de oito meses de outros compromissos em atraso. Especula-se que o Timão recolha um empréstimo de R$10 ou R$ 15 milhões para quitar dívidas. São heranças da diretoria passada, cujo presidente Roberto de Andrada era membro. Os departamentos financeiro e de marketing do clube trabalham para sanar o problema. Ainda há espaços na camisa corinthiana, que ainda não foram vendidos.  Na manga da camisa, no ombro e também no calção.

O Corinthians deve cerca de R$ 8 milhões aos jogadores Renato Augusto, Ralf e Alexandre Pato (que está emprestado ao São Paulo). O volante Elias, o meia Danilo e o lateral Uendel também têm valores pendentes a receber. E os contratos de Emerson Sheik e Paolo Guerrero, dois dos principais ídolos do Corinthians estão prestes a vencer. É mais grana que o Corinthians terá de desembolsar. E mais motivos de dores e preocupações para o torcedor corinthiano.
Ivan Marconato é repórter e escreve todas às quartas-feiras para o portal da Rede Contínua

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply