#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » O medo de Léo Moura

Na última segunda-feira Eurico Miranda deu uma entrevista coletiva fantástica, em São Januário. O presidente do Vasco parecia aquele velho Eurico Miranda que a gente aprendeu a detestar no século passado. Esbanjando ironia e impaciência, respondeu aos jornalistas por cerca de 20 minutos, e anunciou algumas mudanças no Vasco da Gama.

A começar pela troca do comando técnico. Doriva pediu demissão e Eurico Miranda aceitou. Imediatamente o presidente vascaíno foi anunciando a contratação de Celso Roth. Aqui abro espaço para elogiar o Eurico, pois se dependesse exclusivamente do mandatário cruzmaltino Doriva ainda seria treinador vascaíno. A decisão da saída do técnico foi exclusivamente do próprio Doriva. Nesse ponto temos que ser justos e dar os méritos para Eurico!


Após anunciar a saída de Doriva e a contratação de Roth, Eurico começou a anunciar reforços para o elenco vascaíno. Disse estar 90% certo com Ronaldinho Gaúcho, e 100% apalavrado com Andrezinho, Herrera e Léo Moura.

Isso mesmo. Léo Moura. Aquele lateral-direito ídolo do maior rival do Vasco, o Flamengo, que não faz nem bem 3 meses estava se despedindo do Flamengo, abraçado por Zico e pela nação rubro-negra, num jogo festivo no Maracanã, fazendo juras ao time do coração. A partir do anúncio de Eurico, jorraram nas redes sociais críticas ao ex-lateral direito rubro-negro. Eu presenciei diversos flamenguistas ofendendo Léo Moura, e o acusando de ser traidor, mercenário, e outros adjetivos de péssimo gosto.

Léo Moura, que não é bobo nem nada, percebendo essa mobilização da torcida flamenguista, deu pra trás no acordo que já estava apalavrado com Eurico Miranda. Ainda nos Estados Unidos, Léo Moura recuou, disse que não havia assinado na da e que não iria para o Vasco de forma alguma. Tanto é que nesta quarta-feira ele já posou para fotos vestindo a camisa do Coritiba.

Eurico Miranda foi juvenil. Cometeu uma “barrigada” histórica. Não se pode anunciar uma contratação sem que o papel esteja assinado. O caso de Ronaldinho com o Grêmio, onde até as caixas de som estavam prontas no antigo estádio Olímpico para anunciar a contratação do R10, e que virou um furo n’água, não escaldaram Eurico. Pagou pela língua grande. E morreu de vergonha.

Quanto ao Léo Moura, tenho certeza que ele iria para o Vasco se não fossem as críticas recebidas. Estava tudo apalavrado e na hora agá ele refugou. Por medo. Nunca por amor. Se o que ele sente é amor por que não voltou para a Gávea, com um salário irrisório, para ajudar o clube do coração. Ele foi para o Coritiba. 

Léo Moura é profissional. Ele vai jogar onde estiver o maior montante de dinheiro. Você flamenguista que acha que o lateral não foi para o Vasco por amor ao Mengão, me desculpe, você é muito ingênuo. Léo Moura já passou por Fluminense, Botafogo e pelo próprio Vasco.
Nunca Léo Moura será Marcos ou Rogério Ceni.

Três toques
1 – Amarilla – As escutas telefônicas divulgadas no início da semana mostram que o árbitro Carlos Amarilla, foi escalado propositalmente na partida Corinthians x Boca Juniors, pelas oitavas de final da Copa Libertadores de 2013, com o intuito de ajudar o time argentino. Eu narrei aquela partida pela Arquibancada OI e não tenho medo de dizer que foi o maior assalto que eu já vi num jogo de futebol. Dois pênaltis não marcados e dois gols legais anulados, além das inúmeras inversões de faltas. Geladeira eterna para este ladrão paraguaio.

2 – Neymar  – Vou contra a corrente que elogiou a dispensa de Neymar pela seleção Brasileira sem aguardar novo julgamento pela Conmebol. Neymar é o craque/capitão/referência do time. A presença dele nas concentrações poderia ser um diferencial, um ânimo para os companheiros da seleção. Vai fazer falta. Mas mesmo sem Neymar acho que o Brasil passará pelo Paraguai. 


3 – Carlinhos – Faleceu na última segunda-feira, Carlinhos Violino, ex-jogador e ex- treinador do Flamengo. Figura doce, serena e que recebeu o apelido de Violino pela forma clássica como jogava futebol. Vai fazer falta, apesar de estar sumido há um bom tempo. Que descanse em paz.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply