#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » CaNADÁ NADA NADA NADA!

A disputa da medalha de bronze foi na Arena Corinthians para um público de 39.718 pessoas. Faltou futebol, sobrou desgaste moral após a derrota em um Maracanã lotado para a Suécia e desgaste físico após duas prorrogações e o Brasil perdeu por 2x1, gols de Rose e Sinclair para o Canadá e Bia descontando para o Brasil.
A seleção começou às Olimpíadas como uma das favoritas ao ouro, pois estava batendo na prata em outras duas oportunidades. Vinha-se de um projeto que tirou na hora errada Márcio Oliveira do comando da equipe, pois ele havia comandado a conquista de Libertadores e um Mundial pelo São José, sendo o mais preparado para o cargo. Se escolheu colocar alguém que não por competência no futebol feminino, mas apenas por mídia, estaria a frente da equipe nos Jogos Olímpicos, que foi Vadão. A geração nao é a melhor que já tivemos, vide lembrar de Rosana e Andréia Suntaque na geração que chegou às finais olímpicas. Em derrotas assim sempre se lembra do apoio, que não acontece adequadamente e nao será o apenas o projeto da seleção permanente que será suficiente. 
Brasil:
Bárbara; Fabiana, Rafaelle, Mônica e Tamires (Érika); Thaisa, Formiga e Marta; Andressa Alves (Poliana), Cristiane (Debinha) e Beatriz. Vadão. 
Canadá: 
Labbé, Bélanger, Buchanan, Zadorsky, Lawrence, Matheson (Schmidt), Scott, Fleming, Rose (Chapman), Sinclair e Tancredi (Beckie). Herdman.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply