#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Menino da Vila, santista e cruel: O adeus de Gabriel com derrota para o Figueirense

Gabriel é santista, desde os oito anos atuava no futsal do clube, celeiro de tantos craques, como Neymar, onde na despedida do amigo em Brasília, o menino passou a ser Gabigol. Contra o Barueri foi a primeira partida e contra o Grêmio um gol que o levou a ser visto com olhos especiais pelos alvi-negros. Dentro ou fora do alçapão foi o menino mimado da geração video-game que por tantos jogos se focou mais nos adversários e na arbitragem do que no seu futebol, mas quando jogou ocupou vários espaços do campo e mostrou um faro de gol invejável, driblou como poucos e finalizou com precisão. Tem um futuro promissor desde que faça das quatro linhas de campo o seu único ofício e deixou o Santos com boas lembranças e portas abertas para voltar quando desejar.
Na sua partida de despedida Gabigol tentou de tudo, atacou pelas pontas, meio e centro, mas nada parecia dar certo, a bola não entraria nem se a bola continuasse rolando por toda a carreira do menino da Vila. Um dos algozes do peixe foi Rafael Moura que logo aos dois minutos do segundo tempo converteu de pênalti o solitário gol na cidade praiana. As bolas não balançaram por méritos do goleiro do Figueira, Gatito Fernandez, que realizou defesas incríveis a queima roupa. As redes de Milão aguardam Gabriel e as do Brasileiro esperam um Santos com melhor sorte do que hoje.

FICHA TÉCNICA 
SANTOS 0 X 1 FIGUEIRENSE 

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP) 
Data/Hora: 28/8/2016 - 11h 
Árbitro : Bruno Arleu de Araújo (RJ) 
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) 
Público/Renda: 11.456 pagantes / R$ 465.045 
Cartões amarelos: Copete, Thiago Maia, Renato (SAN); Ferrugem e Werley (FIG) 
Cartões vermelhos : - 
Gols: Rafael Moura, aos 2'/2T (0-1) 

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz (Jean Mota, aos 22'/2T) e Zeca; Thiago Maia e Renato; Vitor Bueno (Vecchio, aos 36'/2T), Lucas Lima e Copete (Gabigol, intervalo); Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior. 

FIGUEIRENSE: Gatito Fernandez; Ayrton, Werley, Marquinhos (Bruno Alves, aos 6'/1T) e Marquinhos Pedroso; Ferrugem (Renato aos 21'/2T), Jackson Caucaia, Elicarlos (Jefferson, aos 18'/1T) e Dodô; Rafael Moura e Lins. Técnico: Tuca Guimarães

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply