#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Terça sem medalhas, mas com vitórias importantes para o Brasil

A Hora do Ouro 
Terça-feira, 09 de Agosto de 2016
Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro

O dia foi marcado por uma imensa adrenalina brasileira em diversas modalidades. Na vela ainda somos coadjuvantes, mas logo chegaremos ao protagonismo. No judô Mariana Silva foi longe e ficou em quinto lugar, vencendo disputas que não se esperava, foi uma guerreira. Na ginástica artística feminina por equipes, caímos e ficamos em oitavo, repetindo a campanha de Pequim. Vencemos na praia com Larissa e Talita e perdemos com Bruno e Alisson, todos ainda são favoritos ao ouro de Copacabana. Perdemos no Polo Aquático para as meninas italianas e vencemos no caldeirão que ferveu para o basquete sobre a Espanha, Marquinhos foi decisivo. A sorte que sobrou no masculino faltou-nos no feminino, perdemos na bola de 3 da Iziane que não caiu e nos complicamos. Os tênis de Ricardo Melo e André Sá não serão mais vistos nas Olimpíadas, os de Bellucci estão nas oitavas. O Handebol masculino perdeu para a Eslovênia, mas devemos nos classificar. Na natação fomos apenas espectadores, os brasileiros ainda não foram longe, enquanto Michael Phelps ultrapassou os limites do que se pode pensar como imaginável. Ganhou o ouro individualmente nos 200m borboleta e no revezamento americano dos 4x200. Ele é a história escrita ao vivo em nossos olhos.
No futebol feminino empatamos em 0 X 0 com a Africa do Sul. A retranca adversária não foi furada sequer por Marta, que entrou na segunda etapa.

FICHA TÉCNICA:

ÁFRICA DO SUL 0 x 0 BRASIL

Local: Arena da Amazônia, em Manaus (AM)
Data: 09 de agosto de 2016, terça-feira.
Horário: 22h00 (horário de Brasília).
Árbitro: Stephanie Frappart
Assistentes: Manuela Nicolosi e Yolanda Parga
Cartões amarelos: Vilakazi (África do Sul); Bruna e Andressinha (Brasil)
GOLS: Nenhum

ÁFRICA DO SUL: Barker; Vilakazi, Matlou e Van Wyk; Smeda, Makhabane, Malherde e Jane; Seoposenwe, Motlhalo, Thembi Kgatlana (Dlamini). Técnica: Vera Pauw

BRASIL: Aline; Poliana, Bruna, Monica e Tamires (Marta); Érika, Thaisa (Fabiana), Andressinha e Raquel; Andressa Alves e Débora. Técnico: Vadão.

O vôlei masculino do Brasil venceu de virada a surpresa Canadá. Foi uma partida de altos e baixos. Depois de deixar o Canadá encostar e vencer o primeiro set (26 a 24), a equipe de Bernardinho passou com tranquilidade pela segunda etapa (25 a 18), disputou ponto a ponto o terceiro set (25 a 22) e cravou a vitória, de forma bem mais tranquila, no último set (25 a 17). O maior pontuador do confronto foi Maurício Borges, com 16 acertos. Um a mais que Lucarelli e John Perrin. O próximo confronto é contra os Estados Unidos, que vem para o tudo ou nada nesta quarta-feira, às 22h35min, já que perdeu os outros dois jogos. Na sequência, o Brasil enfrenta Itália (sábado) e França (segunda-feira), atual campeã da Liga Mundial. Classificam-se quatro equipes.
O saldo do dia foi positivo e de alegrias vivemos muito mais do que as decepções. O clima olímpico contagia a todos e nos mostra que cada vez mais é possível sonhar com um  mundo melhor.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply