#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » Almanaque do JEC: Ênnio Rodrigues

Com o jargão “o que vale é bola na rede”, Ênnio Rodrigues Carraça começou a carreira em Araraquara, onde nasceu no dia 20 de fevereiro de 1935.
Nas Rádios Cultura e Voz de Araraquara marcou época na Rádio Bandeirantes e Gazeta (AM 890) onde esteve em oito Copas do Mundo, de 1966, na Inglaterra até 1998, na França. Seu melhor momento foi na Bandeirantes, onde ficou por 27 anos. Ênio Rodrigues também atuou em emissoras de televisão e foi presidente da ACEESP (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo).
Em 19 de setembro de 1954, participou do amistoso que inaugurou o Estádio Olímpico, quando o Grêmio ganhou do Nacional do Uruguai por dois gols a zero. Em 26 de setembro, no primeiro gre-nal no estádio gremista, estava presente na goleada que o Grêmio levou. Ao final do ano, foi campeão gaúcho, teve o seu nome incluído na calçada da fama gremista.
Em 1956, foi campeão do Campeonato Pan-Americano, no México, quando o Brasil foi representado por um combinado gaúcho, com jogadores de Grêmio, Internacional e outros do interior. Foi campeão gaúcho de 1956, iniciando o pentacampeonato (1956-1960).
Na década de 1960, foi treinador do Grêmio, ganhando entre outros títulos o Campeonato Sul-Brasileiro Taça da Legalidade e o campeonato gaúcho, ambos em 1962 e ambos em cima do Internacional. Nos últimos anos, Enio Rodrigues vinha trabalhando na Rádio Tupi de São Paulo (AM 1150), transmitindo jogos da Portuguesa.
Morreu aos 78 anos de idade no dia 12 de agosto de 2013 vencido por uma doença no pulmão.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply