#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » » Canetadas: 3.000 vezes Ponte-Preta no Majestoso

A Ponte Preta chegou no gol de Willian Potcker a marca de três mil gols marcados no seu estádio Moisés Lucarelli, o Majestoso. Palco de grandes vitórias da macaca, o estádio localizado em Campinas recebeu nesta noite de domingo, 16, mais uma goleada da equipe mandante, diante do Santa Cruz, no Moisés Lucarelli, a negrona venceu a equipe pernambucana do Santa Cruz por 3 a 0, em jogo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a Ponte chegou aos 45 pontos, na décima colocação na tabela e se aproxima muito de conquistar o seu maior objetivo nesta temporada, que é permanecer na primeira divisão do nacional pelo terceiro ano seguido, o que também aumentaria a sua cota de televisão. O Santa Cruz, por sua vez, encontra-se em uma situação muito delicada: está na vice-lanterna, com apenas 23 pontos somados, e praticamente rebaixado.
O jogo entre Ponte Preta e Santa Cruz foi fraco técnicamente nos seus primeiros minutos, com a inoperância do visitante e o comodismo do mandante. Roger, a referência no ataque da equipe comandada pelo técnico Eduardo Baptista quase tirou o zero do marcador, em três chances claras, o camisa 9 fez o torcedor gritar gol por engano. No último minuto da etapa inicial, Clayson fez boa jogada e passou para Roger, que com um toque de calcanhar viu a bola passar rente ao gol defendido por Thiago Cardoso.
Na segunda etapa, com Thiago Galhardo no lugar de Wendel, a Ponte chegou ao gol. Trocando bem a bola, Rhayner recebeu e partiu para a entrada da área. Meio desajeitado e desequilibrado, o camisa 10 acabou caindo, mas, mesmo no chão, conseguiu o passe para Roger. O atacante não desperdiçou dessa vez e marcou para o time de Campinas. Depois de abrir o placar, ficou fácil. Após cobrança de falta no campo de defesa da Ponte, Roger fez o pivô e ajeitou de peito para Maycon. O camisa 11, que vinha mal na partida e errando passes fáceis, de fora da área, pegou de primeira e acertou um belo chute. Na sequência, William Pottker, que entrou no lugar de Clayson, pegou a bola pela primeira vez e, sozinho diante do goleiro do Santa, só empurrou para definir o placar de 3 a 0 e alcançar a marca de três mil gols marcados pela Ponte no seu estádio Moisés Lucarelli. Na sequência do Brasileiro, a Ponte visita o São Paulo, enquanto o Santa Cruz recebe o Botafogo.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 3 X 0 SANTA CRUZ

​Data e hora: 16/10/16, às 18h30

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Pablo Almeida da Costa (MG)

Cartões amarelos: Allan Vieira e Arthur (STA);

Cartão vermelho: Não houve.

Público e Renda: 10.912 pagantes e R$ 70.400,00

Gols: Roger, 6'/2ºT (1-0), Maycon, 25'/2ºT (2-0), Pottker, 26'/2ºT (3-0)

PONTE PRETA: Aranha, Nino Paraíba (Jeferson, 36'/2ºT), Douglas Grollii, Antônio Carlos e Reinaldo; João Vitor, Wendel (Thiago Galhardo, intervalo) e Maycon; Rhayner, Clayson (William Pottker, 26'/2ºT) e Roger. Técnico: Eduardo Baptista.

SANTA CRUZ: Thiago Cardoso; Léo Moura, Luan Peres, Danny Morais e Allan Vieira; Uillian Correia, Jadson (Marcilio Martins, 28'/2ºT) e João Paulo (Wagner, 15'/2ºT); Arthur (Marion, 8'/2ºT), Keno e Grafite. Técnico: Doriva.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply