#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » » Canetadas: Eduardo Batista perdeu o comando na Ponte Preta

A Ponte Preta fez nesta noite de sábado, 08, a sua mais apática partida em todo o campeonato brasileiro, dando ao limitado, mas aguerrido Cruzeiro, a vitória por 2 x 0 no estádio do Mineirão, em um gol do ressuscitado Abila aos 11 minutos primeiro tempo e outro, do dono do meio de campo do confronto, o cruzeirense Robinho aos 36 minutos do segundo tempo. A partir de então, restou aos comandados de Mano Menezes tocarem a bola até o término do espetáculo e se verem foras da zona de rebaixamento, agora com 36 pontos e um melhor saldo de gols do que os seus adversários com a mesma pontuação.
A Ponte Preta não é mais a mesma que já encantou o seu torcedor neste Brasileiro, e não vence há quatro rodadas, sendo além do resultado de hoje, um empate em 2 x 2 com a Chapecoense, uma derrota para o Atlético Paranaense por 3 x 0 e outra para o Atlético Mineiro por 2 x 1. Não sai mais do meio da tabela e tem em seu torcedor um eterno desconfiado, afinal a macaca não briga por nada, senão por colocações intermediárias e tem pagado para jogar quando atua no seu estádio Moisés Lucarelli, em públicos que não chegam a cinco mil pagantes com frequência.
A apatia apresentada pelo elenco nesta noite se reflete na falta de comando de Eduardo Batista, que assistia tranquilo do banco as más atuações de Maicon e de seu substituto Thiago Galhardo, sem esboçar nenhuma preocupação com o resultado já adquirido antes mesmo de a bola rolar. E tem sido assim desde sucessivos casos envolvendo o treinador da Ponte, como a eliminação na Copa do Brasil, onde ele inflou o elenco de expectativas sobre um título do qual ele se denominava conhecedor do caminho. Em uma coletiva recente discutiu com um jornalista por um fator extra campo e por fim discutiu também nos vestiários com o zagueiro Fábio Ferreira, sacado da equipe, e como se conta nos bastidores do Majestoso, o grupo ficou ao lado do jogador e não de Eduardo. A Ponte precisa urgentemente de um comando experiente na sua diretoria para fortalecer os seus objetivos e não mais cegar a todo custo os resultados negativos. O que faltou a Vinícius Eutropio e Galo não pode ser escasso para o prata da casa Eduardo Batista.
    
CRUZEIRO 2 x 0 PONTE PRETA

Cruzeiro
Rafael; Ezequiel, Leo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero, Robinho e Rafinha (Alisson); Rafael Sobis (Elber) e Ramón Ábila (Willian). Técnico: Mano Menezes.

Ponte Preta
Aranha; Nino Paraíba, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Reinaldo; Elton, Wendel (Rhayner) e Maycon (Thiago Galhardo); Felipe Azevedo (Zé Roberto), Pottker e Roger. Técnico: Eduardo Baptista.

Gols: Ramón Ábila (aos 11’ do 1ºT) e Robinho (aos 36’ do 2ºT)
Cartões amarelos: Elton, Thiago Galhardo (Ponte Preta); Rafael Sobis (Cruzeiro)

29ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e hora: 8 de outubro de 2016 (sábado), às 21h
Árbitro: Anderson Daronco (RS/FIFA)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS/Asp. Fifa) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS/CBF)

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply