#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » » Canetadas: A interferência externa de milhares de colorados!

O Internacional venceu o Flamengo, por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Beira-Rio. Não importava se quem estava do outro lado era o vice-lider do Campeonato Brasileiro, para a imensa e apaixonada torcida colorada bastava apenas a vitória para que o campeão de tudo deixasse a zona de rebaixamento e chegasse aos 36 pontos. Em uma semana com o adversário colorado vindo de polêmicas envolvendo a possível interferência externa no resultado de sua última partida, o que se viu em campo foi apenas a interferência do coração dos milhares de loucos pelo lado vermelho do Sul a apoiar o Internacional. Se para o mandante a vitória veio, já para o time carioca o resultado levou a permanência com 60, agora quatro a menos do que o líder Palmeiras.
O Flamengo partiu em busca do gol logo nos minutos iniciais, aos 16 minutos, Everton sentiu dores musculares na coxa direita e foi substituído por Fernandinho. Diego comandava as ações no meio do time rubro-negro, mas enfrentava forte marcação. Já o Inter teve muitas dificuldades para criar jogadas e pouco ameaçou Muralha no primeiro tempo. Na segunda etapa o Flamengo demorou alguns minutos a se encontrar, mas chegou ao gol aos 11 minutos. Réver subiu mais alto do que a defesa do Inter em cobrança de falta de Diego e cabeceou para a rede.
A equipe de Celso Roth deu o troco nove minutos depois. Eduardo Sasha, que entrou no segundo tempo, aproveitou sobra de bola e chutou cruzado, sem defesa. O time gaúcho seguiu pressionando, mas esbarrava em Muralha, que fez boas defesas. Aos 35 minutos, Valdívia, que também entrou no segundo tempo, arriscou bom chute de fora da área, Muralha se esticou e espalmou, mas a bola sobrou para Vitinho, o cara do jogo. “Mitinho”, como é apelidado o atleta, encheu o pé e sacudiu a rede.
Começou a festa, aumentou a certeza de que o Inter não irá cair, os abraços foram liberados e os gritos avisaram ao eterno que o vermelho que deu o tom a mais uma guerreira atuação colorada irá marcar apenas os números finais de outras equipes. O perfeito gramado do Beira Rio foi mais uma vez um tapete para a exibição do futebol vitorioso de quem estabeleceu o fator casa para ser a marca do livramento das gavetas do inferno da série B. A história registrada neste ano de 2016 pelo Internacional é digna de estar entre as mais perfeitas histórias que o futebol já escreveu na relação de amor entre a torcida e os seus jogadores. Restam mais três capítulos para a nossa apreciação.

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL 2 X 1 FLAMENGO

​Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)

Data/hora: 16/10/2016 - 17h (em Brasília)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio - (GO) - FIFA

Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO) - FIFA

Cartões amarelos: Alex, Paulão e Vitinho (Inter); Guerrero (Fla)

Público e renda: 31.981 pagantes / R$ 640.755,00

Gols: Réver, 11'/2°T (0-1); Sasha, 20'/2°T (1-1); Vitinho, 35'/2°T (2-1)

INTERNACIONAL: Danilo, Ceará, Paulão, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Anselmo (Fabinho, 41'/2°T), Alex, Gustavo Ferrareis (Sasha, intervalo) e Seijas (Valdívia, 17'/2°T); Vitinho. Técnico: Celso Roth.

FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo (Emerson, 35'/2°T), Willian Arão e Diego; Gabriel (Alan Patrick, 19'/2°T), Everton (Fernandinho, 16'/2°T) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply