#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Canetadas: Para voltar a ser o "Todo Poderoso Timão!"

Há poucos dias os analistas políticos afirmavam que todos os políticos eleitos para a prefeitura de suas cidades municipais conseguiram uma grande margem de votos porquê tinham uma maior coligação partidaria, e quanto mais partidos mais tempo de televisão e rádio no horário eleitoral e mais votos. Em todos os setores da vida, e no futebol não é diferente, é preciso que se tenha maioria para vencer, mas no Corinthians o presidente Roberto de Andrade vai buscar inverter a lógica. Ele está isolado pela direção do clube e sustentou, com minoria, a idéia da contratação de um novo treinador ainda em 2016, optando por um nome que é causador de imensa divisão interna e externamente, vide a saída de Edu Ferreira, diretor do clube, nesta tarde, por não concordar com a chegada de Oswaldo.
Mesmo sem o aval de seu padrinho político, o ex presidente do clube, Andres Sanchez, ele desdenhou das opiniões que pediam por Roger Machado, ex Grêmio e Eduardo Batista, com contrato renovado até 2017 com a Ponte-Preta. Na tarde desta Sexta-Feira, 14, Oswaldo Oliveira foi confirmado como novo técnico do Corinthians para o restante do ano, com Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.
O treinador chega para sua terceira passagem no clube, pelo qual iniciou sua carreira. Ele foi auxiliar de Luxemburgo, que deixou o Timão para treinar a Seleção em 1998. Assim, em 1999, assumiu o comando do clube pela primeira vez, ficando até metade do ano 2000, quando o Corinthians foi eliminado de Paulista, Libertadores e Copa do Brasil em um curto espaço de tempo, mas conquistou o Mundial de Clubes da FIFA, realizado em formato inédito no Brasil. Para esse título, o embalo da torcida do time do povo era no canto de "Todo Poderoso Timão", que ecoa até os dias atuais em Itaquera, a grandeza do clube se erguia sonorizada por tempos vitoriosos que Oswaldo deseja trazer de volta.
Vasco, Fluminense, São Paulo e Flamengo foram equipes por onde O.O. passou até retornar ao Timão no começo de 2004. Nessa segunda passagem não foi bem e guardou apenas os números, que mostram que o Corinthians é o clube pelo qual mais conquistou títulos no Brasil, além de estar presente em 112 jogos, com 58 vitórias, 21 empates e 33 derrotas, com 58% de aproveitamento para o Corinthians. Oswaldo, antes fechado e pacifico, sendo antes até Oswaldinho foi mudando e prometeu ao longo dos anos, principalmente em declarações por Botafogo e Palmeiras, que não iria mais "guardar mágoas, mas sim gritar, expressar tudo o que sentia, doesse a quem fosse", para não ter doenças pelo extresse do futebol. Por hora, apenas magoou a torcida e a direção do esporte, raridade em manter um treinador durante todo o campeonato, mesmo o time estando na zona do rebaixamento. Precisará mostrar um grande trabalho para não ter mais semelhanças em 2016 com o que foi Doriva em 2015 no São Paulo, sendo iguais as questões de ser contratado por uma diretoria em crise, sair de uma equipe com o trabalho em andamento, ter a torcida dividida sobre o seu nome e voltar apenas pela história passada com o clube.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply