#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » Canetadas: Tecnologias que facilitam o dia a dia no esporte

O jornal impresso, ou jornalismo moderno, surgiu no século XVI, conhecido como o quarto poder. A invenção da imprensa móvel pelo alemão Johannes Gutenberg  ficou conhecida como a grande revolução da escrita impressa, mas o jornal impresso chegou atrasado ao Brasil, por volta de 1808. Hoje, com as facilidades da tecnologia, atualizar um portal de notícias e praticar o webjornalismo tornou-se muito simples, vidas são transmitidas por transmissões em Facebook ao outro lado do mundo ao vivo e um Twitter enviado a tempo traz notícias que levariam um longo tempo para transformar. Dentro e fora das páginas jornalísticas tudo mudou, a tecnologia transformou o nosso cotidiano na maneira de comunicar o esporte e na prática de se viver o esporte. A mesma tecnologia que permite a leitura desta matéria, também tem causado avanços nas mais diversas modalidades esportivas.
A imagem desta matéria traz o uso do Hovding. Esse capacete de bicicletas aumenta o nível de segurança de ciclistas e também incentiva à prática segura de exercícios físicos. O Hovding, criação que partiu de uma tese de mestrado da dupla Anna Haupt e Terese Alstin, é um capacete de bicicleta que usa uma tecnologia semelhante a um airbag de automóvel comum. O dispositivo, preso ao pescoço, é projetado para disparar uma capa de náilon inflável que protege a cabeça do usuário dentro de um décimo de segundo de uma colisão. Com o Hovding, você pode andar livremente pela cidade sem se preocupar com impactos iminentes que te deixariam em sério risco. Com essa tecnologia, você terá uma desculpa a menos para levar uma vida mais saudável, andando de bike.
As empresas de artigos esportivos utilizam cada vez mais a tecnologia para melhorar o desempenho dos atletas. Seja para aumentar velocidade, reduzir impactos ou estimular o suor, existem diversas inovações tecnológicas que foram desenvolvidas especialmente para este nicho.
Nos últimos anos, a Nike, por exemplo, foca em maximizar a velocidade dos atletas realizando testes com os mais rápidos do mundo em túneis de vento. Com isso é possível baixar o tempo em até 0.023 segundos numa corrida de 100 metros. No quesito aerodinâmico, assim como as covinhas das bolinhas de golfe são projetadas para aumentar a velocidade e distância durante a tacada, a empresa usa ideia similar para ajudar a reduzir o arrasto dinâmico dos atletas. Já a Adidas lançou um chip acoplado na chuteira que monitora o desempenho do jogador. Ou seja, é possível identificar os momentos que seu corpo ficou inerte ou em constante movimento, o que facilita o preparo técnico de novos treinos e rotinas. Outras invenções podem até prever possíveis impactos antes mesmo de eles acontecerem. E isso é muito importante principalmente por um fator comum entre os atletas: as lesões durante o excesso de treinamento. Que o digam as análises bioquímicas, extremamente aliadas com a tecnologia, que estão aí para comprovar e auxiliar nestes casos.
Outra marca conhecida pelos atlelas é a Asics, que cria e atualiza tecnologias de acordo com pesquisas em prol dos seus atletas. Em seus calçados são encontrados sistemas de amortecimento, recursos anti-pronação (cuja pisada tem início do lado externo do calcanhar) e solas com borracha Wet Grip. Além disso, a empresa utiliza o recurso de ‘Hydrology’ (Hidrologia) em seus tecidos. Desta forma, facilita e torna mais rápida a evaporação do suor. Os tecidos Hydrology são desenvolvidos para proporcionar maior ventilação e circulação do ar pelas partes mais quentes do corpo e proteção UV entre 15 a 40 UPF.
E até as cores sofrem influencias tecnológicas. De acordo com uma pesquisa feita pelo Departamento de Psicologia do Esporte da Universidade de Münster, na Alemanha, o uso de roupas na cor vermelha aumenta as chances de vencer uma disputa. Segundo cientistas, as cores são interpretações do nosso cérebro, que reúne informações das frequências de ondas recebidas e os dados guardados na nossa memória. A cor vermelha envia estímulos ao cérebro que reage intensificando o poder de percepção e causando certa inibição nos adversários.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply