#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Pole Position: Vitória de Bradley Lord e Lews Hamilton no GP dos EUA

Deu para sentir, nas mãos de Lews Hamilton que conduziam a Mercedes a vitória, o dedo do assessor de imprensa da equipe, Bradley Lord, que provavelmente lhe orientou a evitar o conflito com a imprensa neste final de semana. Ao contrário, buscasse a conciliação. A postura mais próxima de Hamilton da própria imprensa, a quem se recusou a receber em Suzuka, depois de saber das críticas pelo uso do celular durante a coletiva, sugere que o piloto refletiu sobre o ocorrido, com a serenidade necessária para chegar a mais uma vitória a sua brilhante carreira.
O inglês de 31 anos de idade tem milhares de fãs nas mais distintas nações e um grande apelo natural para ser bem aceito entre os torcedores. Ele viaja das sérias dificuldades financeiras do pai na infância, funcionário da estrada de ferro - 
"eu dormia num sofá na sala" - a ter hoje um faturamento total de 50 milhões de euros por temporada, o que lhe permite dispor, por exemplo, de um jato privado capaz de cruzar o Atlântico. Anda portando uma grossa corrente de ouro, incrustada com diamantes, e com um crucifixo de dimensões generosas, também de ouro e diamantes. Duas preciosidades. No braço esquerdo, um bracelete igualmente de elevadíssimo valor como joia. Nesta etapa dos EUA, diferentemente do que sempre faz, não tinha nas mãos o inseparável celular, um IPhone7, usado mesmo na parada dos pilotos, quando Hamilton retirou do bolso de trás da calça seu bem maior de consumo, o celular, não foi para seguir  inserindo orelhas e narizes de animais amáveis, como coelho e cervo, na imagem dos colegas e disponibilizaria na internet, como fez em Suzuka, mas sim apenas para colocar sobre a mesa e dizer “Bom dia a todos, amo vir aos Estados Unidos. Se eu estivesse na arquibancada, fosse lá para torcer por alguém, movendo minha bandeira e o piloto não me desse atenção, eu ficaria bem chateado. Portanto, é o que tento fazer (não desapontar os fãs). Tento estar em sintonia com cada um deles. Se você observar, procuro apontar para cada um, para fazê-los saber que eu reconheço seu carinho e aprecio muito. Eu nunca, em um milhão de anos, imaginei na minha vida que teria fãs, pessoas que conscientemente decidissem me seguir e não o cidadão do meu lado. Por isso considero realmente importante me envolver com eles".
A concentração refletiu na vitória de ponta a ponta no Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1, disputado no circuito das Américas, em Austin, Texas. Ele chegou logo à frente do companheiro de Mercedes, o alemão Nico Rosberg. Foi esta a 50ª corrida da carreira na F1, a quarta no circuito texano. Com a vitória neste domingo, o inglêsdiminuiu para 26 pontos a diferença que o separa do líder do Campeonato Mundial, Rosberg, a três provas do fim da temporada.

1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)
percorreu 308,405 km em 1 h 38:12.618
(média: 188,415 km/h)
2. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) à 4.520
3. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG Heuer) à 19.692
4. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) à 43.134
5. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) à 1:33.953
6. Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso-Ferrari) à 1:36.124
7. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) à 1 tour
8. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) à 1 tour
9. Jenson Button (GBR/McLaren-Honda) à 1 tour
10. Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari) à 1 tour
11. Kevin Magnussen (DIN/Renault) à 1 tour
12. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Ferrari) à 1 tour
13. Jolyon Palmer (GBR/Renault) à 1 tour
14. Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari) à 1 tour
15. Felipe Nasr (BRA/Sauber-Ferrari) à 1 tour
16. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) à 1 tour
17. Pascal Wehrlein (ALE/Manor-Mercedes) à 1 tour
18. Estéban Ocon (FRA/Manor-Mercedes) à 2 tours
Melhor volta da prova: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) 1:39.877 na 55ª volta (média: 198,712 km/h)
Abandonos:
Nico Hülkenberg (ALE/Force India-Mercedes): acidente, 1ª volta
Esteban Gutiérrez (MEX/Haas-Ferrari): problema mecânico, 16ª volta
Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG Heuer): problema na caixa de marcha, 29ª volta
Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari): roda solta, 38ª volta

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply