#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Árbitro marca pênalti inexistente, mas Corinthians é Oswalgia e Alegria

O empate não servia para ninguém, mas a vitória nesta segunda-feira ficou nas mãos do Corinthians. Em pênalti que claramente não foi absolutamente nada sobre Ángel Romero e convertido por Marlone, os corintianos ganharam por 1 a 0 em Itaquera. Assim, a vaga na Copa Libertadores voltou a ser possível. A vida do Internacional, porém, ficou ainda mais complicada.
Com 54 pontos, o Corinthians encerra jejum de mais de um mês sem vencer. Além disso, fica a apenas um do Botafogo, quinto colocado, e do Atlético-PR, que é sexto e jogará em Itaquera no próximo sábado. A partida terá caráter decisivo para os corintianos na penúltima rodada do Brasileirão. Com liberdade em razão da marcação ruim dos atacantes do Internacional, Marole foi a opção mais confiável do time. Fagner voltou a abusar da violência em um lance com Aylon, mas fez a diferença no ataque em uma série de oportunidades. A três pontos do Vitória, primeiro fora da zona de rebaixamento, o Internacional depende de terceiros para se manter na primeira divisão. Nas últimas duas rodadas, os colorados recebem o Cruzeiro e visitam o Fluminense. Já o clube baiano visita o Coritiba e, na última partida, tem o provavelmente já campeão Palmeiras no Barradão. 

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 x 0 INTER

Data: 21 de novembro de 2016 (segunda-feira)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Competição: Campeonato Brasileiro (36ª rodada)
Público: 19.769 presentes
Renda: R$ 907.361,50
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn (ambos do PR)
Cartões amarelos: Marlone (Corinthians); Ernando e Anselmo (Inter)

Gol: Marlone, aos nove minutos do segundo tempo.

CORINTHIANS: Walter; Fagner, Vilson, Balbuena e Guilherme Arana; Cristian (Jean), Marquinhos Gabriel, Uendel, Camacho (Marciel) e Marlone (Léo Jaba); Romero. Técnico: Oswaldo de Oliveira

INTER: Danilo Fernandes; William, Ernando, Paulão e Geferson; Dourado, Anselmo, Anderson e Eduardo Sasha (Nico López); Vitinho (Seijas) e Aylon (Valdívia). Técnico: Lisca

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply