#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » » » Bola Laranja: Flamengo estréia com vitória no NBB sobre Bauru

100 a 97. Com esse placar o Flamengo venceu o Bauru, no Ginásio Panela de Pressão, na primeira partida do NBB 9.
- Não tem coração que aguente. Quem sai ganhando é o torcedor com um jogo como esse. Foi importante saírmos com uma vitória no primeiro jogo, dando um passo positivo - disse JP Batista, que anotou 29 pontos e pegou 12 rebotes.
A primeira cesta só saiu quase dois minutos depois do início da partida com Ronald Ramon. As equipes imprimiam velocidade, mas acumulavam erros nas finalizações. Os donos da casa tomavam a frente do placar quando restavam 4m56s para o fim do primeiro quarto (5 a 4). De volta ao Bauru, Gui Deodato ia para a quadra e em sua segunda tentativa de longe, guardava uma bola de três (13 a 10). Os anfitriões iam se soltando, aproveitando os contra-ataques e desgarrando: 17 a 12.
Uma bobeada ofensiva de Ramon e Gegê aproveitava para levantar a arquibancada (23 a 17). Marcelinho seguia zerado e Marquinhos com apenas dois pontos anotados, mas JP Batista e Olivinha davam um passo à frente e cortavam a diferença para 28 a 27. O Bauru resistia e ia para o vestiário em vantagem: 33 a 31.
Na retomada, Olivinha deixava tudo igual. A resposta vinha rapidamente e em chutes de três (43 a 39). O Flamengo voltava a equilibrar as ações e não deixava Alex e seus companheiros fugirem no placar. A virada chegava com uma bola de longe de Marcelinho (56 a 54). Se nas duas anteriores havia somado 31 pontos, na terceira anotou 30: 61 a 58.    
Demétrius pedia que seus comandados apertassem a marcação. Gui Deodato garantia o empate após uma bobeada do time de José Neto no ataque (66 a 66). A 1m32 do fim, Marcelinho perdia um lance livre, convertia o seguinte e fazia 73 a 72. Alex pedia a bola e fazia a sua parte (74 a 73). Se Bauru desperdiçava seu ataque, o Flamengo ganhava a chance de tomar a frente quando restavam 25s. Marcelinho, no estouro do relógio, marcava de três (76 a 74). Os donos da casa tinham 13s para tentar mudar a situação. Alex se apresentava e empatava. Nove segundos. Ramon arriscava de três, mas não convertia. Prorrogação. Com os erros de Leo Meindl e Olivinha, o jogo foi para a segunda prorrogação. 
Marquinhos sentia o desgaste. Ramon deixava a quadra ao cometer a quinta falta. A vantagem do Flamengo ia diminuindo. O Bauru estava na cola, um pontinho atrás (94 a 93). E cabia a Alex deixar tudo igual. JP Batista mantinha as esperanças do Flamengo. Leo Meindl fazia o mesmo do outro lado. Marcelinho, atuando agora como armador, arriscava de longe. Errava. Faltavam 25s. Alex sofria falta e convertia o segundo dos dois lances (97 a 96). O Rubro-Negro não se entregava. Shilton cometia sua quinta falta, JP Batista ia para a linha de lance livre e acertava o segundo. Flamengo no comando. A 5s do encerramento, um passe ruim de Alex colocava os adversários com a faca e queijo na mão. Marcelinho acertava os lances livres (100 a 97). Deu o de sempre. Flamengo estreitando com vitória.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply