#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Canetadas: Levaram a nossa Chapecoense

Todos os que amam a vida humana, o esporte e o futebol estão com o coração partido em mais pedaços do que as três partes a qual ficou o avião fretado pela equipe da Chapecoense de uma empresa boliviana. O mistério se com a autorização da ANAC o vôo direto chegaria a Colômbia ficará eternizado, tanto quanto a dor pela qual fomos acordados nesta nublada manhã de Terça-Feira. A aparente alegria parcial de quem não embarcou ao vôo, seja por lesão, escolha do treinador ou mesmo por ter o passaporte vencido, não se sustenta com a evidente tristeza daqueles que se foram, sendo completa e sem fim a tristeza.
A Associação Chapecoense de Futebol foi fundada em 10 de maio de 1973 e, atualmente, é o maior, mais vitorioso e bem estruturado time de futebol profissional da região oeste de Santa Catarina. Sua origem está ligada ao fato de que, na década de 1970, a região possuía apenas alguns times amadores, sendo inexpressiva em relação ao futebol profissional. Com o propósito de reverter esta situação, alguns desportistas da cidade, jovens apaixonados pelo esporte, decidiram se reunir para criar um time de futebol profissional para a cidade e o clube surgiu da união dos clubes Atlético Chapecó e Independente. Desde seu início, a ideia agradou à população e às lideranças locais. Um fato marcante nesta história, e que pode ser compreendido como um dos fatores de sucesso do clube é o fato de que, desde sua fundação, a associação sempre pode contar com o apoio dos empresários da cidade e da região. O primeiro jogo como profissional: foi contra o São José de Porto Alegre, no campo do Colégio São Francisco, Chapecoense 1X0 São José, o segundo jogo foi realizado na cidade de Xaxim contra o Novo Hamburgo. Ainda no ano de 1973 a Chapecoense foi a Florianópolis jogar contra o Avaí, o jogo foi empate dois a dois, "empatar com o Avaí na capital foi a maior glória para a Chapecoense.
Hoje a Chapecoense tem o apoio de empresários, dirigentes, atletas e ex-atletas, sócios torcedores e imprensa local. Isso, mérito de anos de história e títulos alcançados. Ao todo são quatro títulos no Campeonato Catarinense, nos anos de 1977, 1996, 2007 e 2011. Em 2006 a equipe foi Campeã da Copa Santa Catarina. Em 2009, ao disputar a Copa do Brasil, a Chapecoense teve acesso a série D do Campeonato Brasileiro de Futebol. Com a classificação na Série D, ainda em 2009 obteve o acesso à Série C, competição que passou a disputar a partir de 2010. O título de 2011 também credenciou a Associação Chapecoense de Futebol à disputa da Copa do Brasil. O ano de 2012 marcou uma excelente temporada do Verdão. Classificado para a semifinal da Série C, a equipe comandada pelo técnico Gilmar Dal Pozzo conquistou o direito de disputar a Série B em 2013. O acesso da série B para a primeira divisão e a conquista de mais um título estadual em 2016 serão sempre inesquecíveis.
A chegada não foi apenas a final da Copa Sul-Americana, mas ao coração de todos os brasileiros que clamavam a plenos pulmões o quanto a equipe do índio Condá é gigante. A flechada que recebemos nesta manhã transpassa a alma e ainda é maior do que as palavras existentes em nosso dicionário. São jovens, país de família que tiveram interrompidos os sonhos de fazer felizes aqueles que amam e por quem deram a vida. Caberá aos autos da história encontrar definições capazes para retratar a imensa dor que aflige o coração dos que já haviam dado um lugar no coração vermelho pulsante, ao verde campeão. O silêncio das vozes que se calam, os aplausos das mãos que se abaixam, as lágrimas que alagam o mar de tristezas, o despedaçar da parte que se vai quando levam o que é nosso. Somos iguais, sem cores, hinos ou bandeiras, somos pela vida, pelos verões que superem os invernos, pelas mãos que se abram para unirem os ideais, pelas retinas que jamais esquecerão a alma que um dia vibrou pela Chapecoense.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply