#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Canetadas: Que seja do Carille

A história recente do Corinthians se confunde com a de Fábio Carille.  O anúncio oficial de Roberto de Andrade nesta tarde de Quinta-Feira confirma um trabalho de longa data. Ao encerrar sua carreira como jogador, Fábio Carille tornou-se Auxiliar Técnico, trabalhando por dois anos no Barueri Futebol Clube e, desde 2009, trabalha no Sport Club Corinthians Paulista, atuando ao lado de treinadores como Tite, Mano Menezes e Adilson Batista. Quando o técnico Tite deixou o Corinthians para assumir a seleção brasileira, um tempo que ainda não se concluiu foi aberto no Parque São Jorge. A era da qual Carille faz parte foi iniciada quando André Sanchez decidiu trazer de volta ao futebol brasileiro o treinador que viria a conquistar o mundo, e mais ainda corajosamente mantê-lo no cargo quando muitos clubes demitiriam um comandante, após a eliminação para o Tolima na pré Libertadores. Adenor continuou e levou o Corinthians a festejar sobre o Chelsea a maior glória de sua existência. Conquistou tudo que podia e após um ano de baixas ele mesmo escolheu sair, para um ano sabático e de estudo, onde o ataque foi aprimorado nas equipes que ele iria comandar dali em diante, já que sempre se destacou pela mantida boa defesa.
E foi exatamente o Corinthians onde Tite usou acabou usando tudo que aprendeu. Mas isso apenas depois de uma passagem do antecessor de Tite, Mano Menezes, também saído do Timão a seleção anteriormente e nesta segunda vez sem muito sucesso no clube. Voltaria Adenor. Conquistou o Brasil mais uma vez, levando o mundo a desejar e levar quase todos os seus onze. Carille assumiu o Corinthians, por uma partida, não venceu. Mas venceria depois quando substituiria Cristóvão Borges. Até ouviu do presidente que ficaria até o final da temporada. Não era verdade, como quase tudo na política alvi-negra atualmente. Chegou Oswaldo, saiu Oliveira. Carille continuava trabalhando. Auxiliando.
O Timão atirou para todo lado, Dorival, Jair, Rueda, mas nada de alguém aceitar assumir um terreno de areia movediça. Jamais abandonado pelo imóvel auxiliar. Lembram-se novamente de que ele está a disposição da Fiel e dos infiéis. Para auxiliar e ser auxiliado por outro promissor, Osmar Loss. O novo treinador do Corinthians, há mais de seis anos no clube, viveu todos os momentos que o Timão passou na sua história recente. Assim como o torcedor. Que torce para que o trabalho desta vez seja com o protagonismo de quem merece. Seja do Carille.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply