#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Canetadas: Comunicado da FIFA sobre mundial não é novidade

A postura da FIFA estabelecida em um comunicado ao jornal "Estado de S. Paulo", determinando que apenas os vencedores do Mundial de Clubes organizado pela federação são considerados como mundiais oficiais rendeu a polêmica deste dia entre os clubes, torcedores e jornalistas. Desta forma, Corinthians, São Paulo e Internacional seriam os únicos campeões mundiais do Brasil. Os clubes brasileiros rebateram a posição da FIFA a respeito de quais times são campeões mundiais e mantiveram a posição de que são, sim, campeões mundiais – queira ou não a federação.
A FIFA, como entidade máxima do futebol, não pode desmerecer a história do próprio futebol, produto único e soberano de sua vitrine de faturar milhões. Nada muda para quem pode assistir o Santos Bi-Campeão com Pelé, Coutinho e Pepe,  o Flamengo de Zico, o Grêmio de Renato, o São Paulo Bi-Campeão Mundial com Telê e todas as incontáveis emoções de todos os outros clubes que apenas aqueles que viveram podem descrever. Era o mundial da época. Senão que sentido teria dizer que porquê não houveram clubes de todos os continentes, não foi um mundial, se as Copas de 1930, e de 1938 a 1966 não tiveram a participação de seleções africanas?
Infantino, na presidência da entidade máxima do futebol, sabe que não poderá oficializar apenas aquilo que gerou lucro para ela. Não se apaga a história que pulsa nas veias do coração do torcedor. A matéria do competente Jamil Chaad é muito boa, mas a FIFA, é verdade, não mudou o seu posicionamento sobre o mundial de clubes a partir de hoje. Ela nunca reconheceu os mundiais anteriores com a mesma importância dos que ela organizou a partir de 2000. Mas será preciso passar a responder citando a relevância do que a época, foi entre outros nomes, a Copa Toyota e a Copa Intercontinental e assim, tudo será feito sem desmerecer as páginas do que o passado gravou e jamais será extinto. O senso comum é de que a polêmica é tão saudável quanto a alegria de todos esses títulos.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply