#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » David não venceu Golia$

O menino David Neres está de saída do São Paulo. Aos 19 anos ele foi vendido pelo São Paulo ao Ajax (Holanda) por uma proposta muito tentadora: R$50 milhões.  As redes sociais foram tomadas por comentários a favor e contrários a decisão da diretoria tricolor em vender o atacante. O clube do Morumbi ainda tem em mãos ofertas por Lyanco e Luís Araújo, outras revelações recentes do CT de Cotia. Sabe se que Rogério Ceni desejava contar com David nesta temporada, mas o clube já tenta o adiantamento do final do empréstimo do também atacante Rogério, ao Sport, que termina em maio, para suprir a saída de Neres. O que não deve ser fácil, pois o clube pernambucano pede em troca o volante Wellington, também por empréstimo até dezembro. Mas para onde vai o dinheiro da venda do menino prodígio?
Ele se encaixa em suprir 90% do que o São Paulo precisa vender de jogadores durante a temporada para não fechar ano em débitos maiores ainda do que os já adquiridos. O valor total é de R$60 milhões. Fruto da má gestão anterior do São Paulo, mas não exclusividade. Realidade da moeda e da crise econômica do país. Certeza do amadorismo de empresários e seus interesses que se sobrepõe algumas vezes até a do próprio jogador, como no recente caso de Calleri. Mas também esperança do jogador, aquele sonho de menino em jogar na Europa, ao lado e contra os seus ídolos de infância no video-game. No caso de David Neres ele queria sair, realizar o que se projetou nos pensamentos de quem cresceu jogando descalço nas terras do único país pentacampeão mundial, que não para de produzir um celeiro de craques para o mundo da bola. Mas ele voltam.
Felipe Melo, Vagner, Jadson, nesta janela. Kaká, Ronaldo, Ronaldinho, Adriano, Robinho, Diego, Renato Augusto, em outras janelas. Os grandes jogadores fazem história em outros clubes e retornam a casa onde foram gerados para o futebol. Alguns mais inteiros, outros menos. Homenageiam o clube e a si mesmo. Honram a história ou simplesmente acrescentam cifras a conta bancária que logo irá parar de receber salários. A carreira é curta. E o Golias do dinheiro sempre irá vencer o David e tantos outros meninos, que crescem sonhando com o dia em que poderão devolver a sua família um pouco do que receberam em alegrias e cifras. O São Paulo lamenta, mas vende. Não tem o que fazer. Esta feito. Sempre será assim enquanto perdurar a desigualdade de classes, países e sonhos. Se é possível, que a força que vem da cabeça desses meninos, vença sempre os gigantes que tentarem passar por cima de seus sonhos. Seja feliz David Neres, nem sempre quem nos vence é contra nós.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply