#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios

O Corinthians mais uma vez chegou a final da Copa São Paulo de Juniores e pela décima vez saiu tendo muito o que comemorar. A superioridade do time do povo esteve em campo na tarde desta Quarta-Feira no Pacaembu e também está retratada na história do clube na competição. Este foi o décimo título do Timão, que vê muito longe em segundo lugar o Fluminense com apenas metade dos títulos, ou seja, cinco conquistas. Nesta Copinha com mais de 100 equipes, foi mais uma vez a maior torcida de todas que soltou o grito de campeão. Se a organização do torneio pode ser questionada, a campanha do Corinthians jamais. E contra o surpreendente Batatais o tradicional bordão de que com o Corinthians sempre é mais sofrido, pode ser colocado mais uma vez como verdade absoluta.
O primeiro chute ao gol foi aos 12 minutos, com Pedrinho, de fora da área. A primeira chance real da partida, no entanto, foi do Batatais, aos 24. Após jogada pela esquerda, Thales concluiu com liberdade, na frente de Filipe - a bola passou por cima do travessão. Aos 37, Fabrício Oya, do Corinthians, teve mais uma oportunidade, mas mandou nas mãos do goleiro Gérson depois de arremate da entrada da área. Em seguida, Carlinhos e Marquinhos desperdiçaram chances claras dentro da área. A melhor chance, no entanto, saiu da cabeça de Thiago, aos 42. Após cobrança de escanteio, o zagueiro carimbou o travessão do Batatais.
No segundo tempo, o Corinthians voltou já pressionando o Batatais desde os primeiros minutos. Pedrinho, aos seis, parou no goleiro Gérson. Nos lances de ataque seguintes, o time alvinegro encontrou dificuldades para entrar na área do adversário. Restou, então, os chutes de longe. Em um deles, Pedrinho quase abriu o placar em cobrança de falta aos 28 minutos. A bola passou rente à trave direita do gol do Batatais. Quatro minutos depois, Guedes perdeu a melhor chance corintiana ao chutar por cima frente a frente com o Gérson. O Corinthians saiu do sufoco aos 42 minutos, depois de o jogo ficar quatro minutos paralisado devido aos sinalizadores na arquibancada. Marquinhos cruzou na cabeça de Carlinhos, que só tocou para fazer 1 a 0. Dois minutos depois, o ponta marcou o dele, na saída do goleiro. O Batatais ainda descontou com Douglas Pote, mas não foi suficiente.
Os rivais e a própria crítica interna do Corinthians dizem algo que precisa ser levado em conta mais uma vez. O maior campeão da Copinha revelou muitos jogadores, mas utilizou pouquíssimos em sua equipe principal. Osmar Loss, comandante da base nesta tarde se despede justamente para mudar essa realidade. Ele integra a partir de amanhã a equipe de Fábio Carille, para auxiliar a equipe profissional e quem sabe fazer com que a nota final do ano seja a máxima e o 10 não fique apenas no primeiro mês do ano.

FICHA TÉCNICA

BATATAIS 1 X 2 CORINTHIANS

Data: 25 de janeiro de 2017, quarta-feira
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Competição: Copa São Paulo (final)
Árbitro: Cleber Luis Paulino
Auxiliares: Bruno Salgado Rizo e Luiz Alberto Andrini Nogueira
Cartões amarelos: Léo Alves e Igor Tostes (Batatais)
Público total: 36.010
Renda: R$ 851.221,00

Gols: Carlinhos, aos 39min do 2º tempo, Marquinhos, aos 42min do 2º tempo, e Douglas Pote, aos 44min do 2º tempo.

BATATAIS: Gerson, Wislem Júnior, José Neto, Léo Alves (Cadu) e Igor Tostes; Everton Casimiro, Yuri e Murilo; Douglas Pote, João Leoncini e Thales (Victor Rafael). Técnico: Paulo Lippi

CORINTHIANS: Filipe, Samuel (Guedes), Thiago, Del'Amore e Luisinho (Lucas Minele); Renan Areias, Mantuan, Pedrinho (Vitinho), Fabrício Oya (Matheus) e Marquinhos (Lucas Amorim); Carlinhos. Técnico: Osmar Loss

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply