#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Nunca será apenas futebol

A partida entre Brasil x Colômbia foi repleta de emoções do início ao fim. O gol de Dudu, que deu a seleção a vitória sobre a Colômbia acabou sendo o momento menos importante da noite. Mas o que estaria acima do gol em uma partida de futebol?
Nada superará a emoção de quem teve um verdadeiro renascimento naquele fatídico 29 de novembro de 2016. Nunca teremos novamente a maioria dos que lá estavam, e tivemos lá de sua residência no sul do país, dona Ilaides sabendo disso. O seu olhar nesta noite abraçava mais uma vez a cada brasileiro que se emocionou com a defesa milagrosa de Danilo no último minuto da participação da Chapecoense na Sul-Americana. E o último da vida de tantos. Dos "Guilhermes" que levavam a emoção do jornalismo pelo seu trabalho e agora são eternizados nas cadeiras e cabines do Estadio Nilton Santos. De lá sempre estarão olhando pelos que aqui ficaram. O "comentarista" Alan Ruschel, o "cantor" Jackson Follmann, o último resgatado Neto, o genial narrador Rafael Henzel, que por tantos minutos dividiu a transmissão com o lendário Galvão Bueno. Se o público não foi dos maiores, a CBF tem os seus méritos pelo evento, mas tem a sua responsabilidade por escolher um estádio de difícil acesso, em horário desumano e onde todos os torcedores estão acostumados a verem esses jogadores do campeonato brasileiro a cada final de semana. Um Nordeste sem horário de verão, com pouco acesso a estes mesmos atletas seria uma opção mais viável, tal qual a mesma Chapecó, coração do glorioso verde.
Com a bola rolando a noite era mesmo de experiências para ambos os treinadores, que se pudessem certamente fariam incontáveis alterações. O Brasil teve grande posse de bola e viu a Colômbia atacar apenas em momentos de erros individuais dos canarinhos. Rodrigo Caio e Geromel mostraram se muito seguros na defesa brasileira, com Diego sendo o maior responsável pela movimentação da seleção, após entrar no lugar de Robinho. De quebra ao final do apito do árbitro argentino, foram eles mesmo que saíram prejudicados com o jogo da amizade. A Argentina foi ultrapassada pelo Brasil no ranking mundial da FIFA, deixando a primeira colocação para que os brasileiros assumissem um posto que não era alcançado desde maio de 2010. Mais de um milhão de reais irão para as famílias dos falecidos na maior tragédia da história do esporte brasileiro e todo o nosso amor ficará eternizado por todo o sempre em um coração que ficou verde pela flechada do índio de Chapecó.

FICHA TÉCNICA
BRASIL X COLÔMBIA

Data: 25/01/2017
Estádio: Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro
Público: R$ 1.219.675,00
Renda: 18.695 pagantes
Árbitro: Jorge Baliño (ARG)
Assistentes: Lucas Germanotta (ARG) e Germán Chade (ARG)
Gol: Dudu (1'/2ºT), para o Brasil
Cartões amarelos: Pedro Geromel, Rodrigo Caio e Lucas Lima, para o Brasil; Aguilar, para a Colômbia

BRASIL: Weverton; Fagner, Pedro Geromel, Rodrigo Caio, Fábio Santos (Fagner); Walace, Willian Arão (Rodriguinho), Lucas Lima (Gustavo Scarpa), Dudu (Camilo); Robinho (Diego) e Diego Souza (Luan). Técnico: Tite.

COLÔMBIA: David González; Bocanegra, Felipe Aguilar, Tesillo, Farid Díaz (Balanta); Aguilar (Cuéllar), Mateus Uribe, Macnelly Torres (Montoya); Copete (Vladimir Hernández), Borja (Michael Rangel) e Téo Gutiérrez (Berrío). Técnico: José Pekerman.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply