#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Com erros de arbitragem Santos vence a segunda no Paulista

Mais uma manhã marcada pela arbitragem em um campeonato de futebol no Brasil. O protagonismo do trio de árbitros desta vez não alterou significativamente o resultado final, pois cada equipe foi beneficiada com um gol irregular, mas escancarou mais uma vez a ruindade do apito em nosso dia a dia. Nos acréscimos o resultado final foi definido em 3 a 2, no Pacaembu. A reclamação dos jogadores do RBR foi pelo gol que deu o triunfo para o time alvinegro. O lance aconteceu após bate rebate na área, com o atacante santista Kayke finalizando. Os rivais alegam que a bola não ultrapassou a linha final. Além disso, Kayke teria colocado a mão na bola. "O juiz acabou de pedir desculpas dizendo que a bola não tinha entrado", disse o goleiro Saulo, ao Premier. O Santos reclama de como o Red Bull chegou ao empate com Nixon, de cabeça, em lance de falta. No lance, o ombro e braço de Nixon estavam à frente dos marcadores, o que seria impedimento. Se sobraram questionamentos a arbitragem, ninguém foi tão beijada nesta manhã quanto a trave do Santos. O Red Bull acertou três bolas na trave no segundo tempo. Com esse resultado, o time da Baixada soma 6 pontos em dois jogos, na liderança do grupo D do Paulistão.
A partida começou com um Santos obrigado a ser diferente do que venceu o Linense na estréia. O goleiro Vanderlei fraturou o dedo; Ricardo Oliveira se recupera de caxumba e o volante Renato sofreu lesão na panturrilha, Luis Felipe e David Braz também foram vetados por ordem médica. O peixe abriu o placar aos 16 min da etapa inicial, com Vitor Bueno, após um roubada de bola de Lucas Veríssimo no campo ofensivo. O zagueiro acionou Lucas Lima, que passou para Victor Ferraz. No cruzamento, Bueno escorou para o gol. O Red Bull empatou o jogo com Misael, que saiu livre na frente de Vladimir e concluiu bem. Rodrigão marcou o segundo gol do Santos nos acréscimos da primeira etapa após receber um belo passe de Lucas Lima, tocando na saída de Saulo.
A segunda etapa teve o polêmico gol de Nixon para fazer o Santos se reacender na partida e voltar a buscar o gol. Nos acréscimos, o Santos marcou o gol também contestado da vitória, com Kayke. Antes do apito final, o Red Bull acertou a trave pela terceira vez na etapa final.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRASIL 2 X 3 SANTOS

Data: 12 de fevereiro de 2017, sábado

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)

Competição: Campeonato Paulista (2ª rodada)

Árbitro: Rafael Gomes Felix da Silva

Auxiliares: Danilo Simon Manis e Fabrício de Moura

Cartões amarelos: Yuri, Copete, Lucas Veríssimo (SAN), Fillipe Souto (RED)

Gols: Vitor Bueno (SAN), aos 16 min do 1º tempo; Misael (RED), aos 29 min do 1º tempo; Rodrigão (SAN), aos 49 min do 1º tempo; Nixon, aos 36 min do 2º tempo; Kayke, aos 48 min do 2tempo.

RED BULL BRASIL: Saulo; Bruno Ferreira (Lucas Taylor), Luan Peres, Willian Magrão e Thalysson; Alison (Denner), Fillipe Souto, Nando Carandina, Elvis (Nixon) e Misael; Élton. Técnico: Alberto Valentim.

SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Yuri e Zeca; Leandro Donizete (Léo Citadini), Thiago Maia, Lucas Lima e Vitor Bueno (Kayke); Copete e Rodrigão (Bruno Henrique). Técnico: Dorival Junior

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply