#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » O Guarani é o time da virada

Após um primeiro tempo horrível, o Guarani chegou a virada sobre o Rio Preto, atuando fora de casa, por 2 x 1. Lenon após a partida resumiu bem os 90 minutos dizendo que cada partida na série A2 será uma batalha a ser superada. "Foi bem a cara do Guarani, sofrido". Leandro Santos disse assim, completando que a partida estava favorável ao Bugre, agora quarto colocado com 7 pontos, e desde os 20 minutos da primeira etapa se via esse cenário aflorado dentro das quatro linhas. Diego Jussani foi um grande personagem da partida, cometendo um pênalti na primeira etapa e marcando um golaço de voleio, preciso e colocando a menina com alta definição no ângulo do gol adversário. Após a partida ele disse que "o futebol é assim mesmo, você vai do céu ao inferno em poucos minutos." As quatro oportunidades da primeira etapa perdidas e o contraste com os gols dos quarenta e cinco minutos finais mostram bem o quanto o futebol é muito mais do que apenas um jogo.
A pressão sobre o treinador Ney da Matta já era presente após quatro partidas de resultados oscilantes, com uma vitória contra o Oeste, uma derrota para o Bragantino e um empate em casa contra o São Caetano. Agora o desafio é local. O Guarani enfrenta o XV de Piracicaba no Barão de Serra Negra nesta Terça-Feira, 14. O Bugre ficou devendo futebol, mas por hoje interessa a vitória e a necessária consciência de que será preciso jogar muito mais futebol para que se chegue a classificação para a próxima fase, onde apenas dois clubes terão o acesso a primeira divisão do futebol paulista. Em pleno Estádio Anísio Haddad e como foi comum em todas as partidas até aqui, o Rio Preto começou o jogo em ritmo intenso e abriu o placar logo aos quatro minutos. Jussani derrubou Fágner dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. O próprio jogador foi para cobrança e chutou no meio para fazer 1 a 0. O segundo do Rio Preto quase veio após Luiz Fernando fazer fila na defesa adversária, invadir a área, mas errar ao chutar caprichosamente na trave.
Aos 14 minutos o empate Bugrino. Bola alçada na área do Rio Preto, o goleiro Murilo Prates se atrapalhou e deixou Marcinho de frente para gol. O meia não perdoou e só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. O time campineiro acabou virando o jogo com aquele golaço de Diego Jussani que começamos o texto. Aos 33 minutos, Denis Neves cobrou escanteio, a bola ficou viva na entrada da área e o zagueiro pegou de voleio para fazer o segundo do Guarani em São José do Rio Preto. Uma virada que não pode ficar apenas na partida de hoje, mas se estender ao acesso.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply