#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Pode chegar Fiel, a vitória voltou!

Com apenas 11 mil torcedores presentes, o pior público da história da Arena, a notícia boa foi o melhor futebol e o triunfo por 1 a 0, com mais oportunidades que no último jogo, o Corinthians ganhou graças ao novato Pablo, que fez de cabeça, no primeiro tempo, em escanteio batido por Fagner. O esquema tático também foi diferente em relação aos últimos jogos, sendo que o time atuou no 4-2-3-1 em vez do 4-1-4-1. Na formação atual, Fellipe Bastos recuou para jogar ao lado de Gabriel. À frente, na linha de três, Rodriguinho ficou por dentro, com Marlone à esquerda e Romero à direita. Na referência, Jô.
Ainda houveram mais chances para Rodriguinho e Marlone, mas o time de Fábio Carille ficou mesmo na vitória simples. Com os três pontos, o Corinthians passa à segunda posição do Grupo A, agora com 6 pontos. O Novorizontino, com 3 pontos, é terceiro do Grupo C. O Corinthians registrou o pior público da arena de Itaquera, com apenas 11.708 torcedores compareceram ao estádio no jogo número 90 do time alvinegro no local.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 0 NOVORIZONTINO

Data: 15 de fevereiro de 2017, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Competição: Campeonato Paulista (3ª rodada)
Público pagante: 11.708 
Renda: R$ 473.376,10
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Auxiliares: Eduardo Vequi Marciano e Risser Jarussi Corrêa
Cartões amarelos: Fagner e Leo Jabá (Corinthians);  Everaldo e Domingues (Novorizontino)
Gol: Pablo, aos 28min do primeiro tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Moisés; Gabriel e Fellipe Bastos (Camacho); Romero, Rodriguinho e Marlone (Léo Jabá); Jô (Kazim). Técnico Fábio Carille

NOVORIZONTINO: Tom; Cléo Silva, Domingues, Guilherme Teixeira e João Lucas; Éder (Henrique Santos), Doriva, Roberto e Fernando Gabriel (Caíque); Everaldo (Roberto) e Alexandro. Técnico: Júnior Rocha

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply