#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Abre Aspas Exclusivo: Cauê Verzola

Na atual temporada ele disputa o Novo Basquete Brasil pela equipe de Campo Mourão, mas tem história para contar no basquete nacional. Com passagens pelo Lins, Caxias e São José, Cauê Verzola conta ao Abre Aspas dessa semana como foi o início de carreira, a passagem pela Liga Ouro no Caxias, o Título Paulista pelo clube do Vale do Paraíba, opina sobre o atual momento do basquete brasileiro e retrata a temporada do Campo Mourão, com o principal objetivo já conquistado.

Vagner: Você nasceu em Franca, a terra do basquete, como surgiu a sua vocação para jogar, se inspirou em alguém?

Cauê: Acho que naturalmente o basquete apareceu na minha vida como uma paixão. Como a maioria dos brasileiros, sempre gostei de esportes e o fato de Franca ser a capital do basquete, os caminhos se cruzaram e dai tudo começou!

Vagner: Jogou a Liga Ouro pelo Caxias em uma oportunidade. Como vê essa nova fase do basquete brasileiro, com o NBB, as categorias de acesso e a LNB, acha que estamos no caminho certo?

Cauê: A Liga Ouro foi um momento marcante na minha carreira. Acredito que é muito importante para a massificação do basquete a criação de torneios, desde que haja estrutura. Com certeza estamos no caminho certo, não só pelas divisões de acesso, quanto pelos torneios de categorias de base!

Vagner: Como foi a sua passagem pelo São José Basquete, o que levou de experiência para a sua vida?

Cauê: Assim como minha passagem por todas equipes que joguei, São José marcou muito pelo título histórico do campeonato paulista e também pelas experiências e aprendizados. Além claro das amizades que fiz por lá. É uma cidade que guardo no coração.

Vagner:  Atualmente está em Campo Mourão. Conte um pouco sobre o clube, a presença da torcida e os projetos para essa temporada?

Cauê: Estamos vivendo um dia de cada vez, um jogo de cada vez, mas curtindo muito o momento especial que estamos vivendo! Nossa meta (vaga nos playoffs) foi atingida com 8 rodadas de antecedência, então estamos buscando melhorar não só a nossa equipe, como também a nossa colocação. E a torcida tem muita importancia nisso, mesmo que a maioria das nossas vitórias tenha sido fora de casa, o carinho que recebemos dos torcedores nos motiva muito! Espero que o basquete mourãoense continua crescendo dentro e fora das quadras.

Vagner: Como projeta o seu futuro em carreira, estudos, família?

Cauê: Pretendo me manter no esporte ao fim da carreira. Mas acredito q isso esteja muito longe ainda e continuo curtindo o momento presente! Claro que sonho em constituir família logo mais, porém acredito que tudo na sua hora.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

1 comentários:

  1. Joga muito!!! Um verdadeiro guerreiro dentro das quadras!

    ResponderExcluir