#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » ​Bem que Tite avisou que Alan Mineiro era a solução

A partida do Corinthians contra a Ferroviária pelo Campeonato Paulista mais uma vez foi marcada pela arbitragem. Mas desta vez contra a equipe de Parque São Jorge. Se contra a Ponte-Preta o apito ajudou o Corinthians a somar um ponto, hoje subtraiu um. O gol de Pedro Henrique na semana passada foi originária de um escanteio que não aconteceu. O gol de Alan Mineiro foi fruto de um domínio com o braço do meia da Ferroviária, após mais uma polêmica de uma cobrança de pênalti. Mas não pelo pênalti marcado em si, mas pela conclusão que foi feita em um rebote após o chute acertar a trave esquerda do gol, ela tocou nos dedos de Cássio e voltou ao batedor, mas os jogadores do Corinthians afirmavam que ela não havia resvalado.
A conclusão balançou as redes e comprovou que Alan Mineiro pode ser sim decisivo para muitos momentos da partida. Ele chamou a responsabilidade não apenas no gol da Ferroviária, mas também em muitos ataques descendo para o ataque e buscando o gol. Tite havia predito que Alan Mineiro poderia ser decisivo em 2016 quando o escalou em partidas pela Libertadores. Mas não foi. E esse ficou marcado como um dos maiores erros do atual técnico da seleção brasileira no comando do Corinthians. Alan virou simbolo do fracasso daquela eliminação do Timão diante do Nacional e não teve mais nenhuma sequência no time do povo. Ele que havia vindo do Bragantino retornou ao interior do futebol paulista para atuar pela locomotiva do interior paulista e ser um dos líderes da equipe de Paulo César Oliveira, atual técnico da equipe e da seleção brasileira de futsal. O homem que deixou de comandar cinco jogadores para treinar onze ainda busca livrar a Ferroviária da última colocação do grupo B e da zona de rebaixamento. Mas a partida desta tarde foi um bom começo.
O Corinthians começou a partida sonolento e atacava apenas pelo lado direito, com a aproximação de Fagner e Jadson. A Ferroviária chegava aos trancos e barrancos, meio sem querer, e não conseguia levar perigo. No segundo tempo as posturas de ambas as equipes foi em busca do gol. A Ferroviária até o gol, e o Corinthians após sofrer o gol. No primeiro lance, Marlone arriscou de longe e exigiu boa defesa de Tadeu. Já aos três minutos o pênalti já contado para a Ferroviária. Jonathan aproveitou vacilo de Gabriel, desarmou e acionou Alan Mineiro, que foi atropelado por Fagner na área. O próprio camisa 10 da Ferroviária foi para a cobrança. A bola carimbou a trave e bateu em Cássio no caminho de volta para Alan Mineiro, que dominou com o braço e marcou. O meia está emprestado justamente pelo Corinthians, com quem tem contrato até o fim de 2018. O gol da Ferroviária despertou o Timão. Marlone, Guilherme e Jadson assustaram nas finalizações. O técnico Fabio Carille também ajudou para a equipe pressionar, ao promover a estreia do meia-atacante Pedrinho, de 18 anos, no lugar de Gabriel. Também colocou os poupados Rodriguinho e Romero, mas a Ferroviária conseguiu se segurar bem nos minutos finais. Na próxima rodada, o Corinthians recebe o Red Bull Brasil, quinta-feira, às 17h, em Itaquera. Um dia antes, a Ferroviária visita o São Bernardo, às 19h30, no Estádio Primeiro de Maio. 

FICHA TÉCNICA 
FERROVIÁRIA 1 X 0 CORINTHIANS 

Local: Fonte Luminosa, em Araraquara (SP) 
Árbitro: Raphael Claus 
Auxiliares: Bruno Salgado Rizo e Luiz Alberto Nogueira 
Público/renda: indisponíveis 
Cartões amarelos: Gabriel, Fágner, Pablo, Jadson, Romero (COR); Leandro Amaro, Kelvy, Willian Cordeiro (FER) 
Gol: Alan Mineiro (5'/2ºT) 

FERROVIÁRIA: Tadeu; Jonathan, Patrick, Leandro Amaro e W. Cordeiro; Luan, Renato Xavier (Rafael Castro 38'/2ºT), Alan Mineiro (Juninho 19'/2ºT) e Kelvy; Elder Santana (Claudinei 30'/2ºT) e Tiago Marques Técnico: PC Oliveira 

CORINTHIANS: Cássio, Fágner, Pedro Henrique, Pablo e Moisés; Camacho, Gabriel (Pedrinho 22'/2ºT), Jadson, Guilherme (Rodriguinho 13'/2ºT) e Marlone (Romero 33'/2ºT); Jô. Técnico: Fabio Carille

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply