#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » A noite do Prêmio Brasil Olímpico 2016

O Prêmio Brasil Olímpico, que a contece todo mês de Dezembro, sofreu um atraso e foi realizado nesta Quarta-Feira, 29 de março. A judoca Rafaela Silva, medalha de ouro no Rio de Janeiro, e o canoísta Isaquias Queiroz, o primeiro atleta da história do Brasil a subir três vezes no pódio em uma mesma edição dos Jogos, foram os grandes vencedores da cerimônia  realizada na noite do Rio de Janeiro, ao serem eleitos os atletas do ano de 2016. Enquanto Rafaela Silva não pode estar presente porque vai disputar no fim de semana o Grand Prix de Tbilisi, na Geórgia, Isaquias Queiroz quebrou o protocolo ao receber ao troféu, desceu até a plateia para pedir a namorada Laina Guimarães em casamento. Além de receber o prêmio de atleta do ano, Rafaela Silva ganhou também o prêmio de atleta da torcida, superando por muito pouco o ginasta Arthur Nory na votação popular feita pela internet. O Troféu Adhemar Ferreira da Silva, maior premiação do esporte olímpico brasileiro reconheceu o recém aposentado treinador da Seleção de vôlei multi campeão olímpico e mundial Bernardinho. No discurso, Bernardinho pediu carinho com o esporte brasileiro. O melhor treinador de esporte coletivo foi Rogério Micale, o treinador desempregado pela CBF e campeão olímpico. O Melhor treinador de esporte individual foi o espanhol Jesús Morlán, da canoagem, pelo segundo ano consecutivo. Os melhores atletas dos Jogos Escolares Brasileiros da Juventude foram lembrados. Samara Arcala Sibin da ginástica rítmica e Eric Vitor Campos da Silva do atletismo, categoria 12-14 anos, Ana Carolina Vieira da natação e Felipe Araújo de Santana da luta olímpica, categoria 15-17 anos.
O Prêmio especial da noite foi a entrega das medalhas de bronze do revezamento 4×100 rasos feminino terceira colocada nos Jogos de Beijing 2008 após a reclassificação pelo COI com a eliminação do time russo punido com doping. Receberam suas medalhas Lucimar Moura, Rosangela Santos, Rosemar Coelho Neto e Thaissa Presti. Na nova classificação, Bélgica ficou com o ouro, Nigéria com a prata e o Brasil com o bronze.
Nesta noite, no Prêmio Brasil Olímpico, o nadador Thiago Pereira aproveitou o evento para anunciar sua aposentadoria oficialmente. Após conquistar uma prata olímpica nos 400m medley em Londres 2012 e ser o maior medalhista da história dos Jogos Pan-Americanos, o nadador parece convicto da decisão. Abre Aspas:
“Foi a decisão mais acertada da minha vida. Não foi de ontem para hoje. Acabei resolvendo, não tem motivo, o motivo sou eu, estou disposto a novos desafios. Brinco que eu estou novo, com 31 anos, quatro olimpíadas nas costas, estou disposto para ver o que tem para rolar. Orgulhoso de tudo que fiz, de representar o nosso país, foi o melhor que eu podia ter feito. Espero ter sido suficiente".

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply