#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Goiás vira e vence Fluminense com pênalti polêmico nos minutos finais

"Eu me joguei". A polêmica sinceridade de Aylon ao final da partida elevou a discussão sobre o pênalti que decidiu a partida entre Goiás e Fluminense pela partida de ida de mais um mata-mata na Copa do Brasil. O gol foi o da virada deu números finais a partida em que o Fluminense saiu na frente, com gol de Marcos Junior, mas teve o goleiro Diego Cavalieri expulso no final do primeiro tempo, com o Goiás reagindo para conseguir vitória por 2 a 1, em jogo disputado na noite desta quinta-feira, no Serra Dourada. Os gols do time alviverde foram marcados por Jean Carlos e Léo Gamalho, esse no polêmico pênalti e ambos no segundo tempo. Os dois times voltam a se enfrentar no Rio de Janeiro e, por ter marcado um gol fora de casa, o Tricolor das Laranjeiras precisa apenas de uma vitória por 1 a 0 para se classificar para a próxima etapa da competição. O Goiás necessita de um empate para seguir no torneio, ou até mesmo derrota por um gol, desde que a partir de 3 a 2.
O Fluminense começou a partida no ataque e, no primeiro minuto, Henrique ficou livre na pequena área, mas caiu ao tentar concluir e reclamou de pênalti, mas o árbitro nada marcou. Aos 7, foi a vez de Marcos Junior receber em condições de concluir, mas acabou travado na hora do chute. Dois minutos depois, o gol saiu. Wellington Silva fez boa jogada pelo meio e descobriu Marcos Junior penetrando livre pela esquerda. O atacante dominou e bateu cruzado, de pé esquerdo, para colocar nas redes. Somente aos 22 minutos o Goiás ameaçou, em chute forte de Tiago Luis que assustou o goleiro Diego Cavalieri. Aos 40, Carlos Eduardo foi lançado na corrida e acabou derrubado pelo goleiro Diego Cavalieri na entrada da área. O goleiro tricolor recebeu cartão vermelho. O técnico Abel Braga tirou o meia Sornoza para colocar o goleiro reserva Júlio César. Na cobrança, Tiago Luis acertou a barreira.  
O Goiás voltou para o segundo tempo com mais um atacante. Michael entrou no lugar do lateral Hélder. E antes dos dois minutos, ameaçou o gol tricolor com um chute perigoso de Carlos Eduardo. Aos 7, após boa troca de passes, Michael colocou a bola nas redes, mas o lance foi invalidado por impedimento. Aos 38 minutos, o Esmeraldino marcou o gol do empate.  Jean Carlos recebeu na intermediária e mandou a bomba. A bola ainda bateu na trave antes de entrar. Aos 42, o Goiás desempatou. Aylon, na visão do árbitro, foi derrubado por Renato Chaves na área e o pênalti marcado. Léo Gamalho bateu com categoria e marcou o segundo gol. Nos acréscimos, depois de perder chance clara de marcar, com uma furada, Carlos Eduardo fez falta dura e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo excluído da partida.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS-GO 2 X 1 FLUMINENSE-RJ

Local : Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Data : 13 de abril de 2017 (Quinta-feira)

Horário : 21h30 (de Brasília)

Árbitro : Marcelo Aparecido de Souza (SP)

Assistentes : Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Cartões Amarelos : Helder, Patrick, Carlos Eduardo, Michael (Goiás); Pedro, Renato Chaves, Henrique (Fluminense)

Cartões Vermelhos : Carlos Eduardo (Goiás) e Diego Cavalieri (Fluminense)

Gols : GOIÁS: Jean Carlos, aos 38, e Léo Gamalho, aos 42, minutos do segundo tempo;

FLUMINENSE: Marcos Junior aos 9 minutos do primeiro tempo

GOIÁS : Marcelo Rangel, Hélder (Michael), Fábio Sanchez, Everton Sena e Jefferson (Aylon); Victor Bolt (Jean Carlos) Patrick, Tiago Luís e Léo Sena; Carlos Eduardo e Léo Gamalho

Técnico : Sílvio Criciúma

FLUMINENSE : Diego Cavalieri, Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Jefferson Orejuela, Wendel e Junior Sornoza (Júlio César); Wellington Silva, Henrique Dourado (Pedro) e Marcos Junior (Marquinhos Calazans)

Técnico : Abel Braga

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply