#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » Máquina do Tempo: Relembre os beijos famosos do futebol

Neste dia 13 de abril é comemorado o Dia do Beijo. E muitas vezes eles foram manchetes no noticiário, como lemos em exemplos encontrados a milhões no Google:
•Bebeto e Romário
Se você tinha mais de sete anos na Copa do Mundo de 2014, se lembra desta cena. Após a vitória do Brasil por 1 a 0 sobre os Estados Unidos, Bebeto tascou um beijo icônico na testa de seu companheiro de ataque, Romário.
•Turco foi para a torcida e ganhou um beijo
Em 2012, o turco Bekir Irtegun, do Fenerbahçe, foi para a torcida após marcar um gol emocionante. A comemoração seria normal, não fosse o que ocorreu no alambrado: um torcedor abraçou o atleta e os dois se beijaram.
•Casillas e Sara Carbonero
Em plena empolgação pela conquista da Copa do Mundo da África do Sul, o goleiro espanhol Iker Casillas foi entrevistado ao vivo pela sua namorada, a repórter Sara Carbonero. Agradeceu empolgado à sua família pelo título. Pouco depois, a jornalista foi fazer outra perguntas, mas o jogador do Real Madrid a interrompeu e deu um beijaço na moça, indo embora logo depois.
• Calma, França!
Em clássico com a Alemanha, dois jogadores da França não resistiram à empolgação. Após gol em jogo realizado em 2002, Debuchy e Giroud surpreenderam com um beijo na comemoração. O ato foi bastante comentado na imprensa europeia.
•A polêmica “bitoca” de Emerson Sheik
•Após uma vitória do Corinthians, Emerson Sheik foi jantar em um domingo à noite com a namorada no Paris 6, bistrô frequentado por famosos e comandado por Isaac Azar, amigo do jogador. O atleta quis polemizar e postou, em seu Instagram, uma foto dando um selinho no proprietário da casa. A repercussão foi absurda, até com protestos de torcedores corintianos no CT. Até hoje os rivais usam a imagem para provocar os torcedores do Corinthians.
•Mas o que é isso, Fábio Simplício?
O ano de 2012 também contou com um Fábio Simplício enlouquecido após um gol pela Roma. Empolgado, ele correu para as arquibancadas, procurou a mulher e lhe deu um beijo, aplaudido por torcedores ao redor.
•Fred vai te pegar…
O pegador Fred não dá bobeira. Nem no trânsito. No início de 2013, um vídeo gravado por amigos do atleta caiu na rede e viralizou rapidamente. Nele, o atacante aparece pedindo um beijo para uma linda motoqueira em pleno farol do trânsito de Belo Horizonte, que lhe foi correspondido. Como a torcida do Fluminense canta, “o Fred vai te pegar”. Em alguns casos, literalmente.
•Que isso!
Na Escócia, um gol também ocasionou um momento inusitado no gramado. Em confronto entre Rangers e Inverness, Gascoigne e Ally McCoist fizeram uma comemoração empolgada até demais. Os dois se abraçaram no gramado e deram um baita beijo.
•O icônico Maradona + Caniggia
A mãe de todos os beijos em comemorações de gol no gramado. Em 1996, Maradona e Caniggia deram um selinho empolgado durante a vitória do Boca Juniors por 4 a 1 no clássico com o River Plate, que vinha do título da Libertadores. O momento ficou conhecido como “O Beijo de Alma”.
•De novo, Maradona?
Não foi só Caniggia que teve a “sorte” de tirar uma lasquinha de Maradona. O ex-corintiano Carlitos Tévez também ganhou beijo do amigo e ídolo do Boca. Ambos são muito próximos e, verdade seja dita, o cumprimento com um beijo não é tão incomum entre homens no país.
•Mais dois empolgados em clássicos
Assim como Maradona e Caniggia, Paul Scholes e Phil Neville, do Manchester United, também deram um selinho, este com um pouco menos de “alma”. Os dois uniram as bocas em 2010, em jogo com o Manchester City pelo Campeonato Inglês.
•O torcedor
Querido na Croácia, o técnico Slaven Bilic ficou ainda mais famoso depois de não se incomodar com a invasão de um torcedor durante jogo de sua seleção em 2012: teve direito até a beijo na boca.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply