#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » No pulsante Anatasio Girardot, Botafogo vence Atlético Nacional

O Botafogo, em Medellín, venceu o Atlético Nacional, atual campeão da Taça Libertadores, por 2 a 0, e se manteve com 100% de aproveitamento na competição, liderando o grupo 1 ao lado do Barcelona de Guayaquil. Com o resultado, o Alvinegro da Estrela Solitária chegou aos seis pontos, enquanto o próprio Nacional e o Estudiantes, também batido pelo Botafogo, na estreia, seguem zerados na competição. O líder da chave é o Barcelona de Guayaquil, que tem os mesmos seis pontos, o mesmo saldo três e os mesmos quatro gols marcados do Fogão. Na próxima quinta-feira, a equipe comandada por Jair Ventura terá pela frente, justamente, o time do Equador, fora de casa, em duelo envolvendo os líderes do grupo 1.
A primeira chance foi criada pela equipe da casa, quando Torres cobrou escanteio e Gatito tirou de soco. Após bate e rebate, a zaga alvinegra afastou. Aos 23, em ação ofensiva rápida pela direita, Torres acionou Bocanegra, que cruzou rasteiro, para corte da defesa dos visitantes. No rebote, Moreno bateu, a bola desviou em Carli e não entrou. O Nacional assustou de novo aos 31, quando Nájera completou de cabeça um cruzamento da esquerda, mas testou para fora. A resposta alvinegra veio pouco depois, quando Camilo recebeu na esquerda e bateu forte, parando na defesa de Armani. Aos 39, o mesmo Camilo abriu o marcador, quando João Paulo acertou lançamento na medida da direita e o achou entre os zagueiros, pronto para saltar e testar para o fundo das redes.
No segundo tempo aos 17 minutos, Ibarguen recebeu na entrada da área, pelo lado esquerdo, e bateu cruzado, à direita do gol defendido por Gatito. Depois de perder Pimpão, o Botafogo ainda ficou sem Camilo aos 21 do segundo tempo, também por causa de problemas físicos. Aos 30, já atuando com três atacantes e apenas um zagueiro de origem, o Nacional assustou mais uma vez, quando Bocanegra recebeu na intermediária e resolveu soltar uma bomba. A bola passou por cima do gol, bem próximo ao travessão.O Botafogo conseguiu chegar ao segundo gol aos 49 minutos do segundo tempo. Em contra-ataque fulminante, Guilherme recebeu, disparou, deixou marcadores para trás e encheu o pé para vencer Armani. E o tabu de 40 anos sem vencer fora de casa pela Libertadores não existe mais.

FICHA TÉCNICA:.

Atlético Nacional: Armani; Bocanegra, Nájera (Dájome), Henríquez e Díaz; Arias, Bernal (Leao Ramírez), Ibargüen e Torres; Ruiz e Dayro Moreno (Mosquera). Técnico: Reinaldo Rueda.

Botafogo: Gatito Fernández; Emerson Santos, Carli, Emerson Silva e Víctor Luis; Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, João Paulo e Camilo (Fernandes); Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger (Sassá). Técnico: Jair Ventura.

Árbitro: Ulises Mereles (Paraguai), auxiliado pelos compatriotas Rodney Aquino e Carlos Cáceres.

Gols: Camilo e Guilherme (Botafogo).

Cartões amarelos: Torres (Atlético Nacional); Gatito Fernández, Emerson Santos e Sassá (Botafogo).

Estádio: Atanasio Girardot, em Medellín (Colômbia).

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply