#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » Almanaque do JEC: Ruy Carlos Ostermann

Ruy Carlos Ostermann, nasceu em São Leopoldo, no dia 26 de setembro de 1934, sendo um jornalista gaúcho. Começou sua carreira jornalística trabalhando na Companhia Jornalística Caldas Júnior, onde ingressou em 1962. Na empresa, trabalhou na Rádio Guaíba, Folha da Tarde, Folha da Manhã e Folha da Tarde esportiva. Foi para a RBS em 1978. Sua primeira cobertura de Copa do Mundo foi em 1966, realizada na Inglaterra, por trabalho, pela Rádio Guaíba. No ano de 2006, Ruy fez a cobertura do seu 11° mundial na carreira, completando 44 anos de trabalho em rádio.
Na década de 1970 fazia um comentário em horário nobre, na então TV Gaúcha, pouco antes do Jornal Nacional, chamado 2 Minutos de Esporte. Durante 33 anos ininterruptos apresentou com diversos outros colegas o Sala de Redação, sendo o mais longevo âncora do programa. Foi substituído por Pedro Ernesto Denardin. Foi eleito deputado estadual pelo Rio Grande do Sul duas vezes, nos anos de 1982 e 1986, sendo o último mandato incompleto, pois virou secretário de Ciência e Tecnologia, em 1987, e da Educação, as duas incumbências no governo de Pedro Simon. Atualmente, largou a vida política e é cidadão honorário de Porto Alegre.
Recebeu o apelido de "professor", desde 1957, quando trabalhava na Folha da Tarde, por ter sido professor, formado em Filosofia na UFRGS. Já foi patrono da Feira do Livro de Porto Alegre, em 2002. Atualmente trabalha na Rádio Gaúcha, onde atua esporadicamente como comentarista esportivo, em especial em jogos da Seleção Brasileira, e na Rádio CBN, aonde apresenta o programa de entrevistas Encontros com o Professor.
Tem onze livros publicados:
Nove do sul (coletânea de nove contistas)
O admirável futebol brasileiro (obra feita em parceria com Cid Pinheiro Cabral)
A paixão do futebol
Itinerário da derrota
Meu coração é vermelho (homenagem aos 90 anos do Internacional)
Até a pé nós iremos (homenagem ao Grêmio)
Hip, Hip, Hip, Hurrah (homenagem ao Grêmio Náutico União)
O Nome do Jogo (coletânea de crônicas publicadas na Zero Hora)
Meia encarnada, dura de sangue (coletânea de escritores gaúchos)
Felipão, a alma do penta (biografia de Luiz Felipe Scolari, que também foi editado em Portugal)
Dicionário de contrabandos
Fonte: Wikipédia

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply