#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Chape chega a Medellín com honras e o sonho do título

Após Alan Ruschel, Jakson Follmann, Neto e Rafael Henzel, o elenco da Chapecoense finalmente conseguiu chegar em Medellín. A competição não é a mesma, mas o encontro só foi possível por causa da generosidade do Atlético Nacional, que deu o título da competição para a Chape. As homenagens realizadas por Medellín foram parecidas com o que foi feito em Chapecó. Com o relógio duas horas atrasado em relação ao horário de Brasília, Medellín recebeu o avião da Chape com um arco de jatos d'água e aclamada a delegação pela Força Aérea Colombiana após pousarem no aeroporto da cidade. Eles ganharam uma medalha com honras militares após terem passado por um tapete vermelho. Por fim, tiraram foto e viram a performance do exército local.
O Verdão do Oeste chega à Colômbia em vantagem por ter vencido por 2 a 1 na Arena Condá, no dia 4 de abril. Com isso, poderá empatar ou até perder por um gol de diferença, desde que marque ao menos dois, para dar a segunda volta olímpica da semana. A primeira aconteceu no domingo, com a conquista do bicampeonato catarinense.
"Não tenho dúvidas de que a Chapecoense será uma adversária a altura do Nacional, não apenas pelo título de hoje, que nos alavanca para fazer um bom jogo, mas também pelo estudamos deles. É uma grande equipe, última a ter vencido a Libertadores, e recentemente fez uma partida brilhante contra o Estudiantes em casa", declarou Vagner Mancini em entrevista coletiva após a final do estadual.
O Nacional goleou o Estudiantes por 4 a 1 na terça-feira da semana passada. Foi a primeira vitória do time nesta edição da Libertadores, o que evitou uma eliminação precoce. No Apertura, já garantiu a classificação para as quartas de final como líder, pois tem 12 pontos de frente para o segundo colocado, o rival Independiente Medellín. O técnico Reinaldo Rueda terá uma importante baixa, o meio-campista Uribe, que sofreu uma lesão muscular. Por outro lado, o lateral-esquerdo Díaz e o meia Torres foram liberados pelo departamento médico e estarão em campo.
"Temos a obrigação de ganhar, de virar a eliminatória, e esperamos fazer isso da melhor maneira. Tomara que tenhamos uma boa noite e conquistemos o resultado", declarou Díaz.
O Nacional tem seis títulos internacionais. São dois da Libertadores (1989 e 2016), dois da Copa Interamericana (1990 e 1997) e dois da Copa Merconorte (1998 e 2000).

Prováveis escalações:.

Atlético Nacional: Armani; Bocanegra, Nájera, Herníquez e Díaz; Arias, Bernal e Torres; Ruiz, Moreno e Ibargüen. Técnico: Reinaldo Rueda.

Chapecoense: Arthur Moraes; João Pedro, Douglas Grolli, Luiz Otávio e Reinaldo; Nathan, Moisés Ribeiro e Luiz Antonio; Rossi, Arthur e Wellington Paulista. Técnico: Vagner Mancini.

Árbitro: Roberto Tobar (Chile), auxiliado pelos compatriotas Marcelo Barraza e Claudio Ríos.

Estádio: Atanasio Girardot, em Medellín.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply