#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » » Em despedida de Verón dos campos, Estudiantes vence Botafogo

Sabe aquele ditado que conta que certas coisas só acontecem com o Botafogo? Essa sina se repetiu mais uma vez nessa noite que decidiu o chaveamento final da fase de grupos da Libertadores. O Glorioso foi derrotado por 1 a 0 pelo Estudiantes, em Quilmes. Longe dali, dois gols contra ajudaram o alvinegro a garantir a primeira vaga do Grupo 1, o que o colocará longe dos adversários mais fortes nas oitavas de final. Em Medellín, dois jogadores do Barcelona de Guayaquil balançaram a própria rede e ajudaram o Atlético Nacional a vencer por 3 a 1. Foi o necessário para o Botafogo passar o time equatoriano no saldo de gols. 
Com atacante Rodrigo Pimpão, suspenso, Jair Ventura começou a partida com Guilherme pela esquerda. Apesar de poder contar com o retorno de Aírton, o treinador preferiu deixá-lo fora e promoveu o lateral Gílson a titular improvisado como meio-campo. Com o time mais preocupado em se defender, Gílson era incapaz de organizar a posse de bola do alvinegro. No Estudiantes, a grande atração era Verón, presidente do clube e, pela última vez, titular do meio-campo. Sem fôlego, ele estufava o peito e chamava faltas. Conseguiu algumas, mas, mesmo com a bola parada, não mostrou a mesma eficiência de sempre. Ainda assim, os donos da casa saíram em vantagem aos 24. Em lançamento na área, Igor Rabello apenas amaciou a bola de cabeça e, esperto, Solari abriu o placar. Com Lindoso e João Paulo melhorando na partida, o time passou a trocar passes rápido, procurando espaços. Aos 28, saiu o primeiro chute a gol, justamente com João Paulo, de fora da área. Nos minutos finais, o Botafogo teve seu melhor momento. Após um escanteio, o goleiro socou a bola para fora e Emerson, de primeira, chutou com perigo para fora.
Para o segundo tempo, Gílson deixou o meio e voltou para sua posição de origem, enquanto o lateral Victor Luís foi para o meio. Apesar da maior posse de bola, o alvinegro continuava sem chegar com perigo. O máximo que fazia era levantar bolas em direção à área. Aos 25, por precaução, para não perder ninguém para as oitavas, saíram dois jogadores que tinham recebido cartões amarelos no Glorioso, Victor Luís e João Paulo. Entraram Fernandes e Joel.  No fim, ainda deu tempo de uma homenagem. Presidente e ídolo, Verón saiu de campo aos 47, ovacionado em sua última partida de uma vitoriosa carreira.

FICHA TÉCNICA 
Estudiantes 1 x 0 Botafogo

Estudiantes-ARG: Andujar, Facundo Sánchez (Aguirregaray), Bazzana, Desábato e Lucas Diarte; Braña, Cascini e Verón (Damonte) ; Otero, Solari e Toledo (Umeres).

Botafogo: Gatito, Emerson Santos, Carli, Igor Rabello e Victor Luís (Fernandes); Rodrigo Lindoso (Dudu Cearense), Bruno Silva, João Paulo (Joel) e Gílson; Guilherme e Roger.

Gol: 1T: Solari, aos 24m.

Juiz: Eduardo Gamboa (CHI).

Cartões amarelos: Victor Luís, João Paulo, Igor Rabello, Joel e Aguirregaray.

Local: Estádio Centenario Ciudad de Quilmes (Argentina).

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply