#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Juventus vence Mônaco com passes de Dani Alves e gols de Higuain

Esta muito bem desenhada a final da Champions League de 2017, após a vitória do Real Madrid por 3 a 0 sobre o Atlético de Madrid nesta Terça-Feira, na tarde deste dia seguinte, a Juventus venceu o Monaco por 2 a 0 pelo jogo de ida da semifinal da Liga dos Campeões 2017, em duelo disputado na França. O duelo de volta acontece na semana que vem, e o Monaco precisa vencer por 2 a 0 para levar o duelo para a prorrogação. As equipes voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, dia 9 de maio, às 15h45 (de Brasília), na Itália. A sensação do quanto é difícil marcar gols na bem postada defesa juventina, com Buffon e Chiellini liderando o setor defensivo ficou clara para o Mônaco neste primeiro duelo, assim como Barcelona já havia provado dessa tarefa e não conseguiu reverter a vantagem da Juve no primeiro duelo entre as equipes, pelas quartas-de-final.
Nesta quarta-feira, o destaque foi também a dupla Daniel Alves e Higuaín. Os dois gols do time alvinegro saíram de assistências do brasileiro e conclusão do argentino. Dani, que por anos deu passes açucarados a Messi, voltou a servir com precisão um argentino para gols e sequer deve ter a certeza se já deu mais chances de gol a argentinos ou brasileiros. A Velha Senhora, no Estádio Louis II, aos três minutos, chegou com Alex Sandro, que  cruzou da esquerda e Daniel Alves apareceu na área, mas finalizou em cima da zaga. Na sequência, Alex Sandro cruzou novamente, desta vez para Mandzukic, e a defesa do Monaco cortou outra. Na marca de nove minutos, Daniel Alves tabelou com Dybala e, mesmo sem ângulo, arriscou para o gol. Subasic defendeu com segurança. Destaque do Monaco, o jovem Mbappé obrigou Buffon a fazer duas defesas importantes, em finalizações de cabeça e de pé direito. Aos 18 minutos, em nova chegada na bola aérea, Falcao García cabeceou pressionado por Barzagli e Buffon precisou intervir para evitar o gol. Aos 24 minutos, Higuaín completou cobrança de escanteio, mas errou o alvo. Aos 28, na saída rápida da equipe italiana, Daniel Alves foi lançado na direita, invadiu a área e tocou de calcanhar para trás. Higuaín chegou batendo de primeira no canto direito de Subasic e abriu o placar.
Logo no primeiro minuto da segunda etapa, Bernardo Silva, do Mônaco, aproveitou saída errada do time italiano e serviu Falcão García na entrada da área. O atacante colombiano bateu rasteiro, mas Buffon defendeu. Na sequência, Lemar recebeu na intermediária e tocou em profundidade para Mbappé, porém Buffon saiu do gol e ficou com a bola. Aos oito minutos, Marchisio ganhou a bola no campo de ataque, avançou em direção à área e bateu cruzado. Subasic usou o pé para defender. Aos 13, Higuaín balançou as redes de novo. Dybala desarmou Bakayoko e tocou para Daniel Alves na direita. O lateral brasileiro cruzou na medida para o atacante argentino completar para o gol. Aos 37 minutos, Falcao García recebeu com liberdade na área, mas se enrolou com a bola e perdeu grande chance. Aos 42, João Moutinho cobrou falta para a área, a bola passou por todos e tirou tinta da trave. Em seguida, após novo cruzamento, Germain desviou de cabeceou e Buffon fez ótima defesa segurando a bola e a classificação.

FICHA TÉCNICA
MONACO-FRA 0 x 2 JUVENTUS-ITA

Local: Estádio Louis II, em Fontvieille (Mônaco)
Data: 03 de maio de 2017, quarta-feira
Horário: 15h45 (Brasília)
Árbitro: Antonio Mateu Lahoz (ESP)
Assistentes: Pau Cebrián Devís e Javier Rodriguez (ambos da Espanha)
Cartões amarelos: Fabinho (Monaco); Bonucci, Chiellini e Marchisio (Juventus)

GOLS
JUVENTUS: Higuaín, aos 28 minutos do primeiro tempo e aos 13 minutos do segundo tempo

MONACO: Subasic; Fabinho, Glik, Jemerson e Sidibé; Bakayoko (João Moutinho), Dirar, Bernardo Silva (Almamy Touré) e Lemar (Germain); Mbappé e Falcao García
Técnico: Leonardo Jardim

JUVENTUS: Buffon; Barzagli, Bonucci, Chiellini e Alex Sandro; Marchisio (Rincón), Pjanic (Lemina) e Daniel Alves; Dybala, Mandzukic e Higuaín (Cuadrado)
Técnico: Massimiliano Allegri

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply