#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Abre Aspas: Jessica de Lima

O Abre Aspas conta um pouco da carreira de Jessica de Lima. A atleta, atualmente no Rio Preto, onde foi a autora do gol do título brasileiro de 2015, pensou em parar de jogar aos 34 anos, mas foi convencida a continuar na preparação física da equipe, função depois aliada a volta aos gramados. Jogando desde os 11 anos com amigos e buscando uma carreira desde os 16 anos, ela conta quem a inspirou e fala da massificação da modalidade. O avanço do futebol feminino é ainda um dos assuntos que conversamos com a atleta nas linhas que se seguem.

Vagner Freitas: Como iniciou a sua carreira, alguém em especial foi a sua inspiração?

Jessica de Lima: Joguei desde 11 anos, mas sai de casa para buscar uma carreira aos 16 anos, em 1997. Gostava muita da jogadora Sissi e da Mia ham ( jogadora dos EUA).

Vagner: Como está a temporada no Rio Preto e quais os objetivos da equipe para a temporada?

Jessica: Estamos bem no Paulista e no Brasileiro, nossos objetivos, são de chegar o mais longe possível, e sermos campeãs.

Vagner: Como vê a evolução do Futebol Feminino no Brasil, com o Campeonato Brasileiro ganhando maior visibilidade nas transmissões em televisão?

Jessica: Vejo como um grande avanço, precisamos de tudo isso para massificar a modalidade.

Vagner: Como você vê o momento da seleção brasileira com o atual comando da Emily e o início de renovação após o ciclo olímpico?

Jessica: Vejo com muito otimismo, porém, ainda vejo muitas dificuldades. O futebol feminino ainda carece de muitas questões a serem desenvolvidas. A seleção Brasileira é só a ponta do iceberg.

Vagner: O que diria para as jovens meninas que sonham em viverem apenas do futebol como profissão e estão iniciando agora as suas carreiras?

Jessica: Que a mudança da modalidade, depende das novas gerações, elas que farão que o futebol feminino decole ou fique na mesma situação, nós mais velhas, fizemos o mais difícil.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply