#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » Almanaque do JEC: Edson Leite

Edson Leite, o Edson Pereira Leite, fantástico narrador esportivo do Scratch do Rádio da Bandeirantes de São Paulo, durante os anos 50 e 60, morreu em São Paulo, no Hospital Nove de Julho, dia 22 de julho de 1983, vítima de infarto. Está sepultado no Cemitério da Consolação (o primeiro da cidade de São Paulo).
Segundo Edson Leite Filho, morador hoje em Araçatuba-SP, um de seus oito filhos, Edson Leite infartou minutos depois de ser comunicado pelo telefone por João Jorge Saad, presidente do Grupo Bandeirantes, que ele estava nomeado e confirmado como novo Superintendente Geral de Produção e Programação da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão. Emocionado, infartou e morreu.
Brilhante em várias emissoras de rádio e na saudosa TV Excelsior, Edson Leite entrou para a história do rádio ao narrar pela Rádio Bandeirantes a Copa de 1958 na Suécia, ao lado do também inesquecível Pedro Luiz.
"Placaaaaaaaaaaarr ... na... Suéciaaaaa...". Quem não se lembra?" A Rádio Bandeirantes deu 90% de audiência no Ibope da época". lembra Salomão Ésper, hoje âncora do Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes AM de São Paulo.
Natural de Bauru-SP, onde nasceu no dia 4 de julho de 1926, Edson Leite deixou oito filhos (duas filhas já morreram). Ele teria hoje oito netos e dois bisnetos. Edson Leite teve também 14 amantes. Um recorde! Edson Leite foi também narrador e diretor da Rádio Cultura, Rádio Excelsior, Rádio e TV Tupi, Rádio e TV Record, Rádio Difusora e pelo rádio, transmitiu também a Copa da Suiça, em 1954, ao lado de Paulo Planet Buarque.

Fonte do texto e da imagem: Site Terceiro Tempo

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply