#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Bahia ignora falta de zagueiros do Cruzeiro e segue 100% na Fonte Nova

O Bahia, na noite desta quinta-feira, na Arena Fonte Nova, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro venceu o Cruzeiro, por 1 a 0. O resultado deixa o Bahia em sexto, com nove pontos somados. O Cruzeiro está na décima colocação, com sete tentos. A Raposa recebe agora o Atlético-GO, no Mineirão, às 18h30, no domingo. O tricolor vai até o Rio Grande do Sul, na segunda-feira, às 20h, para duelar com o Grêmio.
O Cruzeiro entrou em campo apenas com Léo, sendo o zagueiro principal. Do lado dele, Henrique, volante, foi chamado para cumprir a função. Aos oito minutos, o volante improvisado na zaga foi expulso, após erro de marcação. Detalhe: o cartão vermelho foi emprestado do auxiliar para o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães que não sabia se um de seus objetos de trabalho tinha ficado no Rio de Janeiro, sua terra natal, ou no vestiário da Arena Fonte Nova. Mano então segurou mais o primeiro volante, Lucas Romero, e um dos laterais, formando uma defesa com três “zagueiros”. Aos 17 minutos, com o Bahia superior em campo e a Raposa se arrastando, encontrando grande dificuldade tanto na frente quanto em sua defesa, o clube da casa chegou ao gol. Em jogada rápida, Allione fez o cruzamento e Edigar Júnio colocou a testa na bola para abrir o marcador. O atacante Ramon Ábila, acertou a mão no rosto de um adversário e levou o cartão amarelo. Mano Menezes decidiu colocar um zagueiro formado nas categorias de base em campo. Foi justamente depois da entrada de Murilo que o Cruzeiro teve sua melhor chance no jogo, com uma chegada de Diogo Barbosa na linha de fundo. Ele deixou a bola para Robinho que tentou o gol, mas o goleiro fez a defesa.
No início da segunda etapa, o Cruzeiro conseguiu preencher os espaços e não sofria tanto. O Bahia também se mostrava consistente e errava pouco. Mas os visitantes jogando deste forma ficavam muito abertos e era justamente o que o Bahia esperava, um contra-ataque para definir o jogo. O Cruzeiro tinha a bola nos pés e trocava passes, enquanto o Bahia esperava, evitava sustos e descia no contra-ataque em velocidade. Mas apenas a trave conheceu a bola Cruzeirense até o final da partida, e mais uma vez o carnaval se instalou nas arquibancadas da Fonte Nova, com o Bahia se mantendo 100% em casa pelo BR 17. 

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 x 0 CRUZEIRO

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 08 de junho de 2017, quinta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)
Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (Ambos RJ)

Gols: Edigar Júnio, aos 17 minutos do primeiro tempo (Bahia).
Cartões amarelos: Renê Júnior, Eduardo, Vinícius, Tiago (Bahia); Ezequiel, Ábila (Cruzeiro)
Cartão Vermelho: Henrique (Cruzeiro)

BAHIA – Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Renê Junior e Juninho; Allione (Mendoza), Vinícius (Gustavo Ferrareis) e Zé Rafael; Edigar Junio
Técnico: Jorginho

CRUZEIRO – Fábio, Ezequiel, Léo, Diogo Barbosa e Lucas Romero; Henrique, Ariel Cabral, Robinho (Elber), Thiago Neves (Rafinha) e Alisson; Ramon Ábila (Murilo).
Técnico: Mano Menezes.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply