#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Brasil 2 x 1 Inglaterra: 15 anos do gol antológico de Ronaldinho sobre Seaman

Máquina do Tempo: Relembramos neste dia 21 de Junho de 2017, os 15 anos do gol antológico de Ronaldinho Gaúcho diante do goleiro inglês Seaman. Com ele, o Brasil venceu os ingleses de virada e foi às semifinais do Mundial que seria o do Pentacampeonato da família Scolari. Abre Aspas ao texto da "BBC Brasil" de 2002:

"O Brasil venceu de virada a Inglaterra por 2 a 1 nesta sexta-feira, em Shizuoka, no Japão, pelas quartas-de-final da Copa do Mundo. O melhor ataque da Copa superou aquela que até o início da partida era a melhor defesa. O Brasil, que jogou a maior parte do segundo tempo com um jogador a menos, continua sem perder para os ingleses em Mundiais. Owen abriu o placar aos 23 minutos de jogo. Rivaldo empatou nos descontos da etapa inicial, e Ronaldinho virou com uma cobrança de falta, antes de ser expulso por uma entrada em Mills. O Brasil pega agora nas semifinais o vencedor do jogo entre o Senegal e a Turquia. Os brasileiros jogam na quarta-feira, em Saitama, no Japão, às 8h30 (horário de Brasília). 
A Inglaterra começou o jogo como atuou contra a Argentina. Os quatro meias esperavam o Brasil alinhados na intermediária, protegendo os quatro defensores. Cada lateral do campo estava congestionada com dois jogadores ingleses. Sinclair e Cole pela esquerda, e Beckham e Mills pela direita. Os brasileiros controlavam as ações, mas não tinham espaço para tabelas, e os avanços individuais eram bloqueados. Aos 18 minutos, Ronaldo conseguiu tabelar com Rivaldo dentro da área e chutar rasteiro, no meio do gol. Seaman defendeu sem problemas. A Inglaterra apostava na recuperação da bola e nos passes longos para os velozes Owen e Heskey. O gol inglês saiu de uma falha da defesa brasileira, aos 22 minutos. O passe de Heskey no meio era para Michael Owen. Lúcio chegou na frente, mas matou mal a bola e a entregou nos pés do atacante. O atacante entrou na área sozinho e tocou na saída de Marcos para abrir o placar. Quando parecia certo que o Brasil iria para o intevalo em desvantagem, a equipe conseguiu o gol de empate em uma jogada individual de Ronaldinho. Beckham perdeu a bola no campo de ataque. Ronaldinho partiu do campo de defesa brasileiro em velocidade, deixando os marcadores para trás. Na entrada da área inglesa, ele rolou na direita para Rivaldo, que tocou no canto direito de Seaman para empatar, aos 47 minutos.
O Brasil começou o segundo tempo no ritmo que terminou o primeiro. Aos cinco minutos, Ronaldinho cobrou uma falta da direita da intermediária.  Toda a defesa inglesa, inclusive o adiantado goleiro Seaman, esperava o cruzamento. Ronaldinho, no entanto, encobriu o goleiro e acertou o ângulo direito para desempatar. Logo depois do gol, Ronaldinho foi expulso pelo juiz mexicano Rizo por ter dado uma solada em Mills. O meia brasileiro não havia tomado o cartão amarelo. Ronaldinho é o quarto jogador expulso por Rizo nesta Copa. O juiz mexicano foi o que deu o cartão vermelho para Henry, no jogo da França contra o Uruguai. Depois do gol de Ronaldinho, o técnico Sven-Göran Eriksson fez mudanças para tornar a equipe mais ofensiva, mas a tradicional jogada inglesa - bolas levantadas para a área - não deu resultado. Nas três vezes que o Brasil jogou contra a Inglaterra em Copas do Mundo (0 a 0 em 1958, 3 a 1 em 1962, 1 a 0 em 1970), a equipe brasileira foi campeã do torneio.

FICHA TÉCNICA:

Brasil: Marcos; Lúcio, Edmílson, Roque Júnior; Cafu, Roberto Carlos; Gilberto Silva, Kléberson, Ronaldinho; Rivaldo, Ronaldo (Edílson)

Inglaterra: Seaman; Mills, Ferdinand, Campbell, A. Cole (Sheringham); Butt, Scholes, Beckham, Sinclair (Dyer); Heskey, Owen (Vassel)

Gols: 23' - Owen (Inglaterra); 47' - Rivaldo (Brasil); 50' (5' do 2o) - Ronaldinho (Brasil)

Cartões amarelos: 75 ' (35 do 2o) - Scholes (Inglaterra); 86' (41' do 2o) - Ferdinand (Inglaterra)

Cartão vermelho: 57' (12' do 2o) - Ronaldinho (Brasil) 

Juiz: Felipe Rizo (México)

Local: Shizuoka".

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply