#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » » Copa das Confederações: Em hat-trick de Bravo nos pênaltis, Chile elimina Portugal

O Chile está na final da Copa das Confederações, após o empate em 0 a 0, e o goleiro Claudio Bravo brilhou nas cobranças de pênaltis, peganro todas as tentativas adversárias, e garantindo a vaga na decisão aos chilenos após vitória por 3 a 0 nas penalidades. O Chile espera o vencedor do jogo entre Alemanha e México, que ocorre nesta quinta-feira, para saber quem será seu adversário na grande decisão da Copa das Confederações. Já Portugal enfrenta o perdedor na disputa pelo terceiro lugar. A grande final da Copa das Confederações acontece no próximo domingo, às 15h(de Brasília), na Arena Zenit. Um pouco mais cedo, às 9h(de Brasília), a decisão pelo terceiro lugar ocorre no Estádio do Spartak.
Aos dois minutos, André Gomes recebeu na entrada da área e chutou ao gol, mas Claudio Bravo estava bem posicionado para defender.  Aos seis minutos, Eduardo Vargas recebeu um grande passe de Alexis Sánchez e ficou cara a cara com o goleiro Rui Patrício. O atacante finalizou, mas o arqueiro português apareceu bem para defender e evitar o gol. Aos sete, Cristiano Ronaldo recebeu pela esquerda e cruzou rasteiro. A bola atravessou a área e chegou em André Silva, que finalizou, mas viu Claudio Bravo também fazer uma boa defesa para evitar o gol. Aos 28, Aránguiz se antecipou a marcação depois de cruzamento de Isla e cabeceou. A bola levou muito perigo, mas passou ao lado do gol.
Na segunda etapa, aos oito minutos, Beausejour cruzou pela esquerda e encontrou Vidal dentro da área. O meia testou firme, mas mandou por cima, perdendo boa chegada. Aos 11 minutos, Sánchez dominou a bola dentro da área, mandou de voleio e obrigou Rui Patrício a fazer grande defesa para evitar o gol. Aos 12, Cristiano Ronaldo recebeu pela ponta, invadiu a área e mandou uma bomba. Desta vez, Claudio Bravo estava bem posicionado para defender. Aos 16, Vidal experimentou de fora da área, a bola pegou força e foi por cima do gol, levando muito perigo. Aos 26 minutos, Cristiano Ronaldo recebeu na entrada da área após contra-ataque e finalizou. A bola desviou na marcação e passou com perigo ao lado do gol. Aos 39 minutos, Cristiano Ronaldo aproveitou cruzamento de Cédric, ganhou da defesa chilena e cabeceou. A bola foi por cima, passando muito perto.
O duelo foi para a disputa da prorrogação.
No primeiro minuto, Portugal teve uma boa chance. André Silva recebeu de Quaresma na entrada da área e chutou firme. A bola pegou força e foi por cima do gol. Aos quatro, Isla recebeu pela direita e cruzou para Alexis Sánchez. O atacante subiu mais alto que a defesa e testou para o chão. A bola tirou tinta da trave, mas foi para fora. O segundo tempo da prorrogação foi morno. Com isso, coube a um jogador que entrou poucos minutos depois criar a principal chance. Francisco Silva invadiu a área e foi derrubado por José Fonte, em lance duvidoso. Os chilenos pediram pênalti, mas o árbitro mandou o jogo seguir. Aos 13 minutos, Vidal recebeu na entrada da área e mandou uma bomba, que carimbou a trave. A bola voltou para Rodríguez, que a poucos metros do gol colocou o pé na bola e mandou no travessão, em impressionante chance perdida. A disputa da vaga na final foi para a decisão na disputa por pênaltis. Nas cobranças de pênaltis, Claudio Bravo pegou todas as três cobranças portuguesas, de Quaresma, João Moutinho e Nani, e viu seus companheiros converterem todas para fechar a vitória em 3 a 0 e garantir a vaga na final.

FICHA TÉCNICA

PORTUGAL (0)0X0(3) CHILE

Local: Kazan Arena, em Kazan (Rússia)
Data: 28 de junho de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 15 horas (de Brasília)
Árbitro: Alireza Faghani (Irã)
Assistentes: Reza Sokhandan (Irã) e Mohammadreza Mansouri (Irã)
Público: 40.855 torcedores
Cartões Amarelos: William Carvalho, José Fonte, Bruno Alves, Cédric e André Silva(Portugal); Gonzalo Jara e Pablo Hernández(Chile)
Cartões Vermelhos: Nenhum

GOLS: Nenhum

PORTUGAL: Rui Patrício, Cédric, José Fonte, Bruno Alves e Eliseu; William Carvalho, Adrien Silva(João Moutinho), André Gomes(Gelson Martins) e Bernardo Silva(Quaresma); André Silva(Nani) e Cristiano Ronaldo
Técnico: Fernando Santos

CHILE: Claudio Bravo, Mauricio Isla(Fuenzalida), Gary Medel, Gonzalo Jara e Beausejour; Marcelo Díaz, Charles Aránguiz, Arturo Vidal e Pablo Hernández(Francisco Silva); Eduardo Vargas(Martín Rodríguez) e Alexis Sánchez
Técnico: Juan Antonio Pizzi

Foto: Roman Kruchinin/AFP

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply