#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Moisés abre o lado, mas Balbuena cumpre o mandamento da invencibilidade

O Corinthians nesta quarta-feira, contra o Patriotas-COL, no estádio La Independencia, pela ida da segunda fase da Copa Sul-Americana, após sair atrás no primeiro tempo, com gol de Gómez,  viu Balbuena chamar a responsabilidade para si, empatando já nos acréscimos do segundo tempo. O resultado de 1 a 1 dá ao Timão a possibilidade de empatar sem gols na volta para assegurar vaga nas oitavas de final. Novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis, enquanto igualdade com mais tentos dá a vaga aos forasteiros. Caso haja vencedor, este estará classificado. O duelo de volta está marcado apenas para o dia 26 de julho, no estádio de Itaquera, mas, até lá, os comandados de Fábio Carille terão de disputar seis jogos do Campeonato Brasileiro. O primeiro teste para a liderança será no domingo, às 16h (de Brasília), contra o Botafogo, também em Itaquera. Os colombianos, por sua vez, estreiam no seu torneio nacional no dia 9 de julho, contra o Hulia, em casa.
O primeiro tempo mostrou o time local concentrado e se fechando para diminuir suas limitações. Mosquera, pela direita, e Gómez, pela esquerda, chamaram o jogo para si e receberam todas as ações ofensivas, normalmente aproveitando rápidas inversões de jogo. O primeiro, que batia de frente com Moisés, conseguiu ganhar do camisa 6 a maioria dos lances, levando perigo aos 24 minutos. No lance, driblou o brasileiro e cruzou na segunda trave, onde Carreño tentou de primeira e mandou por cima do gol. Na resposta à investida adversária, Kazim recebeu dentro da área e rolou para Romero. O paraguaio chutou fraco, de esquerda, mas Villete não conseguiu agarrar. Na sobra, Cabezas afastou o perigo do único chute certo dos visitantes na etapa inicial. O gol mandante então saiu. Mosquera recebeu na direita e cruzou. A bola cruzou toda a área e ficou com Gómez. O meia chutou cruzado, a bola desviou em Fagner e venceu Cássio, para festa da torcida local. Sete minutos depois, Kazim novamente recebeu na entrada da área, girou e, sem marcação, chutou muito mal, por cima do gol. 
Na segunda etapa, aos sete minutos, após falta cometida em cima de Mosquera, Omar levantou na primeira trave e Robayo cabeceou na trave. Carille optou por colocar Giovanni Augusto no lugar do cansado Marquinhos Gabriel. Do outro lado, Valoyes foi mandado a campo e deu muita canseira na defesa, chegando perto de ampliar o marcador para os anfitriões. Aos 36 minutos, o centroavante ganhou de Pablo e rolou para Rodríguez. O canhoto chutou cruzado e exigiu boa defesa de Cássio, mandando para escanteio. Na cobrança curta, Mosquera recebeu e achou Murillo na área. O lateral direito deu belo drible na marcação e chutou forte, fazendo com que o arqueiro corintiano trabalhasse novamente. O paraguaio Balbuena foi responsável nos minutos finais por manter a invencibilidade do Corinthians. Ele aproveitou sobra na intermediária ofensiva, abriu para Fagner na lateral direita e correu para dentro da área, cabeceando na primeira trave o bom cruzamento para dar o gol buscado.

FICHA TÉCNICA

PATRIOTAS-COL 1 X 1 CORINTHIANS

Local: estádio La Independencia, em Tunja (Colômbia)
Data: 28 de junho de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Mario Diaz de Vivar (Paraguai)
Assistentes: Eduardo Cardozo e Milciades Saldivar (ambos do Paraguai)
Cartões amarelos: Ibarguen, Carreño e Rodríguez (Patriotas); Fagner (Corinthians)
Gols:
PATRIOTAS: Gómez, aos 31 minutos do primeiro tempo
CORINTHIANS: Balbuena, aos 46 minutos do segundo tempo

PATRIOTAS-COL: Álvaro Villete; Julian Pretel (Murillo), Óscar Cabezas, Danilo Arboleda e Nicolás Carreño; Larry Vásquez, Rafael Robayo e Omar Vásquez; Carlos Mosquera, Mauricio Gómez (Rodríguez) e Edis Ibarguen (Valoyes)
Técnico: Diego Corredor

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Moisés; Gabriel (Clayton), Camacho (Fellipe Bastos), Marquinhos Gabriel (Giovanni Augusto), Rodriguinho e Romero; Kazim
Técnico: Fábio Carille

Foto: Luis Acosta/AFP

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply