#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Canetadas: Mustafá Contursi, a sombra que não deixa Alexandre Mattos sozinho

Alexandre Mattos tem um método de trabalho que vem lhe dando sucesso nos clubes por onde passa. Contratação de muitos jogadores, mesmo que a valores altos e a obtenção de quase todos os últimos títulos nacionais, seja o bi-campeonato brasileiro pelo Cruzeiro ou as conquistas da Copa do Brasil e do último brasileiro pelo Palmeiras. Mas o eleito melhor diretor de futebol dos últimos anos, tem vivido uma pressão diferente no Palmeiras, com a sombra de um velho e influente político na história do clube, Mustafá Contursi. O ex mandatário Palmeirense é aliado político do atual presidente Maurício Galiotte e motivo principal do afastamento de Paulo Nobre, presidente até 2016 do clube, e suas ideias andam divergindo de Leila Pereira, proprietária da Crefisa e maior apoiadora de Mattos no Palestra. Em recente entrevista ao canal "Esporte Interativo", ela declarou que ele é o melhor em sua função no Brasil e que a sua permanência no cargo é a condição principal para que ela continue a fazer investimentos extras nas finanças do clube. Extras se entenda por jogadores pagos além da verba do contrato de patrocínio, que inclui ainda a Faculdade das Américas, também de Leila e seu esposo, fanático pelo Palestra, como Lucas Barros, Guerra, Borja e mais algum jogador a valor de milhões que Cuca, dito por ela como melhor técnico do país, pedir a Alexandre Mattos. Em um declaração mais recente, a loira refugou um pouco diante de uma má acolhida pelos conselheiros do clube, cargo que ela também foi eleita a pouco tipo, e que podem levá-la a presidência do Palestra.
Paulo Nobre se afastou do clube e tem buscado satisfação em sonhos pessoais, como a candidatura ao governo do estado de São Paulo em 2018 e as tradicionais corridas de Rali que ele se aventura, além de continuar a receber em sua conta bancária os milhões que emprestou ao clube durante o seu mandato, visto os R$2 milhões que voltaram durante essa semana ao seu patrimônio. Acompanha de camarote os apontamentos feitos por Mustafá Contursi ao queridinho de Leila. Foram mais de 80 jogadores que chegaram ao Palmeiras desde o final de 2014, mas o sonho maior não foi garantido. A Libertadores não veio no mandato de Nobre e perigo não chegar nesse ano. Mustafá declarou publicamente que o Palmeiras tem muitos jogadores e sequer um time. O bordão se espalha pela imprensa e pela torcida. A pressão ganha um novo personagem. Um tutor. Ele será o fiscalizador do remunerado diretor de futebol colocado pela oposição e apoiado pela situação.
A saída de Cuca em dezembro é vista como crucial para os erros que Mattos cometeu na montagem do elenco no ano mais importante da história do clube recentemente. Se no passado, o diretor de futebol havia contratado pensando nas características que agradavam a visão de futebol do comandante, ele não agiu assim com Eduardo Baptista e foi a procura do que o mercado oferecia de melhor, ignorando como essas peças diversas formaram um time e anulando a certeza da permanência de Baptista no cargo por muito tempo. Pois a incerteza se tornou verdade. O treineiro saiu e no final de Abril Cuca voltou. Gabriel Jesus foi vendido, Vitor Hugo também, Moisés se lesionou os reforços não combinam como o ex novo treinador gosta de futebol. O desgosto gera novos nomes, como a chegada de Bruno Henrique, Maike, Deyveson e as tentativas por Richarlison, Gabigol e Diego Souza. Todas frustradas, assim como pode ser essa passagem de Alexandre Mattos pelo Palmeiras se continuar a fazer com que mais seja menos durante todos os dias desse ano. Durante o dia desse ano em que a Libertadores pode deixar de ser um sonhos possível. Todos aguardam o próximo nove de agosto em que a sombra pode vencer o próprio condutor.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply