#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Canetadas: Olê Olê Olê Telê Telê

Escrevo hoje aos céus para falar com o Mestre Telê Santana. Somente nós Tricolores de alma e Tri Campeões Mundiais temos a chave de entrar onde vive para sempre aquele que sempre foi como tantos brasileiros, mais um "Da Silva". Hoje é seu aniversário e completas 86anos, mas os números pouco importam, você é eterno, infinito nos corações de todos nós que amamos o sagrado time do Morumbi. 
Hoje também é dia dos avós e você Telê é da família, de sangue vermelho, preto e branco. Os São Paulinos te amam com o DNA do futebol mais lindo que já existiu e que trouxe tantos torcedores ao time da fé, são muitos, passando por mim, que são do clube da fé por, com e em Telê Santana. 
Parece que foi ontem, mas foi depois de não ganhar título a Copa do Mundo com as seleções de 1982 e 1986 que você chegou ao nosso Morumbi. Não ganhou o Mundial, o mundo que perdeu. Sorte a nossa, ganhamos aquele que sabe que a perfeição não pode ser alcançada, mas que nunca deixou de chegar perto dela, e começamos derrotados na final do brasileiro para o maior rival. Mas não era brincadeira, era Telê. Enquanto todos iam embora, você ficava, treinava, vivia, amava o SPFC. Fomos Tri do Brasil em 1991, e depois disso ganhamos duas vezes o mundo e a América, deixamos para trás Barcelona, Milan e o resto do mundo. Se hoje a Libertadores é cobiçada por todos os clubes brasileiros, o mérito é seu Mestre Telê, que ensinou o São Paulo a ser gigante através da química que somente nós temos com a Taça mais valiosa da América. 
Não há, no Brasil Tite nenhum que irá ser Telê. Essa relação de torcedor e técnico é somente nossa e ultrapassa o limite dessa vida. Você mudou o calendário do futebol, as quartas feiras viraram Quarta-feira de Libertadores, o Morumbi ferve para clamar o seu espírito que está entre nós a cada invocação “ Olê, olê,olê olê, Telê, Telê”. Tudo que fizermos será pouco para lhe mostrar o quanto te amamos e não serás esquecido enquanto vivermos nós, os São Paulinos por Telê Santana da Silva. Obrigado por ter nos deixado Muricy Ramalho e um eterno legado de amor ao futebol. Em meio a saudade nos alegra que fostes sábio também ao partir e não ter presenciado a geração mimada que não conhece o que realmente são os valores de um homem apaixonado pelo que faz, pois não se compram em Iphones e em sofisticados fones de ouvido o caráter e a hombridade que sempre teves, fostes privilegiado por não ver o que nos aconteceu no Mineiraço contra os alemães, tampouco os modinhas de jogos finais.
Hoje e sempre o nosso coração tricolor estará ligado aos céus para cantar em um só grito de gol a nossa gratidão por tudo que foi, és e sempre será aos amantes do maior clube do Brasil. O São Paulo de Telê. O Telê do São Paulo. Uma mistura eterna.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply