#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Chapecoense repete resultado do Brasileiro de 2016 e vence o São Paulo

O São Paulo diante da Chapecoense neste domingo em confronto direto na Arena Condá, não conseguiu encerrar a sequência de oito jogos sem triunfos e acabou derrotada para os donos da casa por 2 a 0, gols de Túlio de Melo aos 18 minutos do segundo tempo, e Lucas Marques, aos 47 minutos do 2º tempo. O resultado é o mesmo de 2016, quando em 20 de Novembro, na última partida em casa do elenco que estava no trágico vôo da La Mia em casa pelo Campeonato Brasileiro. Com o triunfo sobre o Tricolor, a Chapecoense se mantém fora do grupo dos últimos quatro colocados do Campeonato Brasileiro, com 16 pontos, assumindo provisoriamente a 12ª colocação. O Verdão do Oeste, que encerrou o jejum de seis jogos sem vitória, terá de torcer por um tropeço do Bahia contra o Avaí, que entram em campo às 19h (de Brasília), neste domingo, para se manter na atual posição. O São Paulo chegou ao nono jogo sem um resultado positivo. A situação do Tricolor poderá ficar ainda mais complicada se o Avaí vencer o Bahia, uma vez que os catarinenses têm a chance de afundar a equipe de Dorival Jr na 18ª colocação. Pratto, Cueva e companhia tentarão se recuperar de mais um revés na próxima quarta-feira, quando recebem o Vasco, às 21h45, no Morumbi.
Aos quatro minutos os visitantes quase abriram o placar. Petros lançou para Cueva na esquerda, que cruzou na área, porém, Lucas Pratto e Wellington Nem não conseguiram empurrar para o fundo das redes. Em jogada ensaiada aos dez minutos, Cueva, em cobrança de falta, acionou Pratto, que devolveu de primeira para Jonatan Gomez dentro da área. O meia argentino bateu firme, mas Jandrei fez boa defesa. No rebote, Rodrigo Caio ainda tentou mandar para o gol, mas o juiz já havia marcado falta no goleiro da Chapecoense. Aos 18 minutos, em cobrança de falta, o venezuelano Seijas, carimbou a trave do goleiro Renan Ribeiro. Já aos 21 minutos foi a vez do São Paulo voltar a dar trabalho a Jandrei. Após disputa de bola na intermediária, a bola sobrou para Pratto na esquerda, que de fora da área bateu colocado, exigindo grande defesa do goleiro da Chape. O São Paulo ainda viu Luiz Antônio, em cobrança de falta, mandar forte no canto direito de Renan Ribeiro aos 39 minutos, forçando o goleiro tricolor a fazer boa defesa.
No segundo tempo, em jogada de contra-ataque aos seis minutos, Cueva deixa a bola passar, Pratto fica com a sobra e aciona Rodrigo Caio. O zagueiro, pela esquerda, manda na área e devolve para o argentino, que cabeceia em cima de Jandrei. Aos 18 minutos, em cobrança de falta de Diego Renan, Túlio de Melo, que tinha acabado de substituir Perrotti, subiu mais alto do que a zaga tricolor para cabecear certeiro e estufar as redes na Arena Condá. Dorival Jr optou por sacar Cueva e Petros para a entrada de Denilson e Lucas Fernandes, respectivamente. Mas o Tricolor conseguiu foi sofrer outro gol, já nos acréscimos, aos 47 minutos, em chute de fora da área de Lucas Marques, aproveitando o vacilo na defesa de Junior Tavares. Mais uma falha defensiva do lateral, por onde aconteceram os últimos três gols levados pelo São Paulo.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 2 X 0 SÃO PAULO

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 16 de julho de 2017, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ-Fifa)
Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (Fifa) e Thiago Henrique Farinha (ambos do RJ)
Público: 10.742 torcedores
Renda: R$220.290,00

Cartões amarelos: Andrei Girotto, Moisés Ribeiro, Douglas Grolli e Lucas Marques (Chapecoense); Wellington Nem e Rodrigo Caio (São Paulo)
GOLS: Túlio de Melo, aos 18 minutos do 2ºT, e Lucas Marques, aos 47 minutos do 2ºT

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Diego Renan; Andrei Girotto, Lucas Marques, Moisés Ribeiro (Lourency), Luiz Antônio e Seijas; Perotti (Túlio de Melo)
Técnico: Vinícius Eutrópio

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei e Petros (Lucas Fernandes); Wellington Nem (Marcinho), Cueva (Denilson) e Gomez; Lucas Pratto
Técnico: Dorival Júnior

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply