#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Ganho, sou líder! Empato, sou líder! Perc... Ah, eu não perco!

O Corinthians, diante do um Avaí, parou na trave duas vezes, sofreu com as lesões de Pablo e Jadson e não saiu do zero na noite desta quarta-feira, na Ressacada. Com o resultado, o Timão chega aos 37 pontos e agora está a seis do Grêmio, vice-líder, que derrotou o Vitória no Barradão, tirando a vantagem dos paulistanos pela segunda rodada consecutiva. O Avaí, por sua vez, conseguiu um ponto na luta contra a degola e agora tem 14, ainda entre os times que cairiam para a Série B. Na próxima rodada, os comandados de Fábio Carille terão pela frente o Fluminense, em duelo marcado para as 16 (de Brasília) do domingo, no estádio do Maracanã. Os catarinenses, por sua vez, continuam em Florianópolis, onde recebem o Cruzeiro, no mesmo horário.
O Corinthians pode utilizar sua “equipe ideal”, que havia entrado em campo em apenas dez oportunidades na temporada. A escalação, porém, não durou dez minutos dentro de campo. O zagueiro Pablo, que era dúvida por conta de uma contratura muscular na coxa direita, voltou a sentir o problema em seu primeiro pique e logo pediu substituição. Jadson sofreu uma pancada na região do tórax e, com muitas dores na costela, pediu para ser substituído. Com Pedro Henrique na zaga e Marquinhos Gabriel como armador, o time demorou a retomar a fluidez nas jogadas ofensivas. Jô, ganhava com tranquilidade o embate direto com Fagner Alemão. No primeiro lance de perigo, ele recebeu de Maycon, segurou o zagueiro às suas costas e devolveu para o volante. Cara a cara com Douglas, o camisa 8 deixou a bola correr demais e não conseguiu finalizar com precisão. Depois, Pedro cabeceou fraco escanteio cobrado pela esquerda e viu Douglas defender. O Avai teve uma boa chance para abrir o placar aos 24 minutos, mas Juan parou em boa defesa de Cássio, sem marcação dentro da área. Depois, muitos erros de passe pelo lado corintiano e tímidas investidas ofensivas dos anfitriões.
No segundo tempo, o Corinthians iniciou  errando diversos passes na hora de armar os lances. O Avaí manteve a ideia de jogo praticada por Claudinei Oliveira, sem dar espaços e buscando se aproveitar de alguma falha da defesa corintiana. Até os 30 minutos da etapa final, o estilo de jogo dos donos da casa prevaleceu. Os avaianos tiveram uma grande chance de abrir o placar aos 29 minutos do segundo tempo, quando Joel recebeu bom passe de Júnior Dutra dentro da área, ajeitou para a perna esquerda e chutou cruzado. A bola bateu no pé da trave de Cássio, voltou para o meio da área e Balbuena afastou. Carille modificou a equipe para uma pressão final, colocando Kazim na vaga do volante Gabriel. No primeiro lance dele, Guilherme Arana cruzou bola na área e ela se encaminhava para o camisa 18, mas Betão cortou para trás e mandou no travessão. Na sobra, Jô caiu e reclamou de pênalti. Rodriguinho e Jô pararam em boas defesas de Douglas e na última tentativa, Rodriguinho tabelou com Kazim e chutou com a esquerda, carimbando mais uma vez a trave.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 0 X 0 CORINTHIANS

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 19 de julho de 2017, quarta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio-GO
Assistentes: Bruno Raphael Pires e Leone Carvalo Rocha (ambos de GO)
Cartões amarelos: Capa e Betão (Avaí); Fagner, Romero e Marquinhos Gabriel (Corinthians)

AVAÍ: Douglas; Leandro Silva, Fagner Alemão, Betão e Capa; Judson (Lucas Otávio), Wellington Simião (Marquinhos), Juan (Rômulo) e Pedro Castro; Júnior Dutra e Joel
Técnico: Claudinei Oliveira

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo (Pedro Henrique) e Guilherme Arana; Gabriel (Kazim), Maycon, Jadson (Marquinhos Gabriel), Rodriguinho e Romero; Jô
Técnico: Fábio Carille

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply